Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269320
Type: TESE
Title: Entre a fronteira e a periferia : linguagem e letramento na inclusão digital
Title Alternative: Between the border and the outskirts : language and literacy in digital inclusion
Author: Buzato, Marcelo El Khouri, 1965-
Advisor: Braga, Denise Bértoli, 1953-
Abstract: Resumo: O trabalho propõe uma revisão do conceito de inclusão digital buscando superar a noção tradicional de inclusão como acesso puro e simples às novas tecnologias da informação e da comunicação (TIC), e trazendo para o plano frontal da análise o contraste entre as diferentes visões da relação entre sociedade, cultura e tecnologia que fundamentam os discursos acadêmicos, políticos e do senso comum em torno da inclusão digital hoje. Tais visões são acareadas e avaliadas criticamente através do conceito de hibridismo, em seus diversos modos de atuação e teorização, conceito este entendido como central para a compreensão de fenômenos socioculturais típicos da era pós-nacional e pós-industrial na qual surge a noção de inclusão digital. A partir do hibridismo, o trabalho retoma as linhas básicas da pesquisa corrente em linguagem digital e letramento digital para propor modelos de análise supostamente mais congruentes com a problemática da inclusão, em suas dimensões social e cultural. Tais modelos são aplicados em dois estudos exploratórios, a saber, uma análise da linguagem digital tal qual instanciada na versão brasileira da página digital de uma empresa transnacional de comunicação, e um estudo de caso realizado em um telecentro da periferia de Guarulhos. A análise da página digital mostrou que os diferentes modos da atuação do hibridismo naquele discurso burlam distinções, até então tomadas como axiomáticas, entre o verbal e o não-verbal, o local e o global, o técnico e o cultural, entre outras, mas que esses cruzamentos de fronteira não são necessariamente transgressivos, servindo igualmente a mecanismos de coerção do sujeito. O estudo de caso no telecentro mostrou que diferentes modos de enunciação da inclusão digital (alguns mais reprodutórios, outros mais emancipatórios) ocorrem simultaneamente num mesmo contexto (em virtude de sua própria heterogeneidade), e que as formas de apropriação das TIC por uma comunidade em situação de desvantagem social não coincidem, necessária e/ou exatamente, com o que os idealizadores de projetos daquele tipo interpretam como inclusão digital

Abstract: The thesis presents a revision of the concept of digital inclusion with a view to overcoming the traditional notion that digital inclusion equals access to Information and Communication Technologies (ICTs). In doing so, it foregrounds contrasting views of the relations among culture, society and technology that provide the basis for the various academic, political and common-sense discourses of inclusion. Hybridity, taken as a central concept for describing sociocultural phenomena typical of a post-national, post-industrial world where the concept of digital inclusion pops up, is then applied to an analysis of the current research in of new media language and literacies. Such analysis generates new models of digital language and literacy ¿ supposedly more congruous with the social and cultural dimensions of inclusion in its present configuration ¿ which are then applied in two exploratory case studies. The main page of the Brazilian version of a transnational media corporation is analyzed in an effort to explain how the different modes of hybridisation therein support the construction of glocality. The analysis shows that hybridity dismantles long held dichotomies between the verbal and the non-verbal, the local and the global, the technical and the cultural, among others, but it also attests to the fact that hybridity is not always transgressive, as it can also be used to coerce the social subject. A second case study is carried out in a telecentro (a centre for public access to the Internet) on the outskirts of Guarulhos (an industrial town in the São Paulo metropolitan region), which attempts at disclosing the different modes of enunciation of digital inclusion (some reproductive of social order, some emancipatory) that take place in that, on account of its heterogeneity. The findings in this study show that the modes of appropriation of the ICTs in an underserved community do not necessarily coincide with what project designers interpret as digital inclusion
Subject: Inclusão
Inclusão digital
Letramento digital
Hibridismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Buzato_MarceloElKhouri_D.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.