Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269246
Type: TESE
Title: Ideologia neoliberal no discurso da avaliação : a excelencia e o avesso da excelencia
Author: Amarante, Maria de Fatima Silva
Advisor: Coracini, Maria José Rodrigues Faria, 1949-
Coracini, Maria Jose R. Faria
Abstract: Resumo: O objeto de estudo desta tese é o discurso da avaliação produzido em uma instituição particular de ensino superior do estado de São Paulo. Nossa hipótese direcionadora é a de que tal discurso é constituído por princípios, noções e conceitos neoliberais. Em decorrência, através de tecnologias de dominação e tecnologias do eu, os alunos são constituídos como clientes cujas necessidades e expectativas devem ser satisfeitas. Na mesma operação o conhecimento é constituído como capital econômico. Adotando a perspectiva da Análise do Discurso de Linha Francesa, procedemos à análise das condições de produção e da materialidade lingüística de documentos e interações, focalizando o discurso da avaliação em um contexto de ensino/aprendizagem de inglês como língua estrangeira. Apontamos como estratégias argumentativas são utilizadas nos vários discursos que compõem o bloco disciplinar da avaliação para legitimá-Ios. Observamos que a transmutação da questão política da avaliação em questão técnica de gerência de produtos e processos e o funcionamento de uma política de afeto têm efeitos exacerbadores do exercício do poder disciplinar, potencializando discursos de confissão e interditando discursos de resistência Consideramos, finalmente, que os discursos produzidos por administradores são fortemente constituídos por princípios, noções e conceitos neoliberais e se constroem em torno da promessa da excelência. Já os discursos produzidos por professores, enquanto efeitos dos exercícios de poder institucional, materializam o avesso da excelência na imagem do aluno incapaz, configurando resistência ao projeto hegemônico neoliberal de gestão da qualidade total

Abstract: The object of study of this thesis is the discourse of evaluation produced in a private university of the state of São Paulo. Our central hypothesis is that neoliberal principIes, notions and concepts constitute this discourse. Consequently, through technologies of domination and technologies of self (cf Foucault, 1976), students are constituted as clients whose necessities and expectations have to be fulfilled. In the same operation, knowledge is constituted as economic capital. Adopting the French perspective to Discourse Analysis, we proceed to analyse the conditions of production and the linguistic materiality of documents and of interactions, focusing on the discourse of evaluation in a context of English as a Foreign Language teaching and learning. We point out how argumentative strategies are used in the many discourses that compose the disciplinary block of evaluation in order to legitimate them. We observe that the transmutation of the political issue of evaluation into a technical question of product and process management as well as the functioning of a policy of affection have exacerbating effects to the exercise of disciplinary power, providing potential confession discourses and interdicting resistance discourses. We finally consider that the discourses produced by administrators are strongly constituted by neoliberal principIes, notions and concepts and are constructed around the promise of excellence, whereas the discourses produced by teachers, taken as effects of the exerci se of institutional power, materialize the reverse of excellence in the image of the unable student and configure resistance to the hegemonic neoliberal project of total quality management
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Amarante_MariadeFatimaSilva_D.pdf8.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.