Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269206
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Mudança ou continuidade? A polemica na seção tendencias/debates da Folha de S.Paulo
Author: Silva, Edvania Gomes de
Advisor: Possenti, Sírio, 1947-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem por objetivo investigar alguns aspectos do ¿discurso polêmico¿ na seção Tendências/Debates do jornal Folha de S. Paulo, observando, principalmente, como se dá a criação dos simulacros discursivos em cada um dos textos analisados. Trata-se de pensar em que medida a polêmica entre os discursos contribui para o funcionamento textual-discursivo da citada seção. O eixo central das discussões desta pesquisa se situa na noção de polêmica discursiva, a partir da hipótese do interdiscurso, mais precisamente, a partir da noção de interincompreensão, proposta por Maingueneau (1984). De acordo com o autor, a interincompreensão regrada é constitutiva da prática interdiscursiva dos discursos que partilham do mesmo espaço discursivo. Nesse sentido, interessa-nos saber quais os mecanismos lingüísticos que entram em cena quando dois discursos que estão em um mesmo espaço discursivo instauram uma polêmica entre si. A escolha da seção Tendências/Debates como corpus justifica-se pelo fato de ela apresentar duas opiniões diferentes sobre um mesmo assunto. Tal estruturação possibilita a observação da construção de diferentes espaços discursivos que se constituem no interior de um certo interdiscurso. A metodologia de pesquisa utilizada está centrada no dispositivo teorico-analítico da Análise do Discurso, a partir do qual consideramos as marcas lingüísticas e textuais como indícios que ajudam a identificar o funcionamento dos discursos materializados nos textos analisados. Com base neste dispositivo, verificamos quais os traços semânticos que caracterizam os discursos materializados nos textos. Trata-se de observar a forma como tais traços são (re)interpretados dentro da grade semântica específica dos discursos com os quais polemizam. Inicialmente, fizemos algumas considerações acerca das condições de produção e do estilo da seção, procurando compreender a forma de estruturação da mesma e estabelecer alguns critérios de análise. Neste primeiro momento, verificamos quais são as características que contribuem para a constituição do estilo polêmico da seção: (a) os traços semânticos da mudança e da continuidade; (b) um certo funcionamento da autoria; e, (c) a criação dos simulacros discursivos. Com isso, após algumas considerações, apresentamos os aspectos lingüísticos e os traços semânticos que caracterizam esse estilo polêmico. Para tanto, selecionamos, dentre os 68 temas publicados no período entre dezembro de 2001 a abril de 2003, dez questões (conseqüentemente 20 textos, sendo 10 favoráveis e 10 contrários) que abordam um dos seguintes temas: bioética, liberdade civil ou segurança pública. A análise revelou que os temas relacionados acima apresentam funcionamentos discursivos específicos e, portanto, instauram a polêmica com seus ¿adversários¿ discursivos de maneiras distintas. Essa forma de polemizar está subordinada, principalmente, ao ethos de cada um desses discursos

Abstract: Not informed.
Subject: Análise do discurso
Folha de S. Paulo
Mudança
Continuidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_EdvaniaGomesde_M.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.