Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269203
Type: TESE
Title: A homossexualidade nas bancas de jornal : a enunciação do "assumir-se" homossexual na imprensa especializada
Author: Kronka, Graziela Zanin
Advisor: Possenti, Sírio, 1947-
Abstract: Resumo: O propósito deste trabalho é discutir o funcionamento discursivo da imprensa especializada homossexual. Nosso intuito é observar o papel desempenhado por este tipo de publicação nas relações de sentido do discurso homossexual - principalmente no que diz respeito à militância do grupo homossexual por visibilidade. A enunciação da homossexualidade pela imprensa especializada está representada aqui por SuiGeneris, uma publicação da SG-Press, lançada em janeiro de 1995. Optamos por esta revista por ser a primeira, nos anos 90, a surgir nas bancas de jornal sem vínculo com o movimento homossexual organizado. A fim de realizarmos uma leitura reflexiva do discurso homossexual tal como é propagado por SuiGeneris, adotamos teorias da chamada escola francesa da Análise do Discurso, principalmente os estudos de Maingueneau (1984, 1987) sobre interdiscursividade, semântica global, polêmica discursiva e interincompreensão constitutiva. Recorremos também a algumas noções da Lingüística Textual- em especial, estudos de Koch & Travaglia (1989) e Costa Val (1994) sobre a informatividade - para suprir lacunas que as teorias da Análise do Discurso não nos permitiram preencher. Dois aspectos são privilegiados no percurso do trabalho: de um lado, a interlocução proposta pela revista no que diz respeito à orientação sexual referente à imagem construída do leitor (trata-se de observar quando a revista é mais abrangente e quando é mais restritiva em relação a seu público); de outro lado, a enunciação do "assumir-se" homossexual relacionada às reivindicações da militância pela visibilidade (trata-se de considerar o estabelecimento da valorização do "assumir-se" em oposição à desvalorização do "não assumir-se"). Pretendemos verificar, em primeiro lugar, se a revista, enquanto representante do grupo homossexual, ao se relacionar com as posições discursivas relativas à luta política do grupo, principalmente no que diz respeito à reivindicação por visibilidade, promove o deslocamento de sentidos que permeiam o discurso sobre a homossexualidade. A partir daí, observamos se o deslocamento é suficiente para instaurar uma formação discursiva (relacionada às reivindicações dos homossexuais) que reorganiza as relações com a formação discursiva dominante (relacionada à instauração da heterossexualidade dita "normal")

Abstract: The purpose of this study is to discuss the discoursive workings of the specialized homossexual press. Our aim is to observe the role played by this type of press on the meaning relations in the homossexual discourse - specially in what concems the militancy of the homossexual group for visibility. The enunciation of homossexuality by the specialized press is being represented here by the magazine SuiGeneris, edited by SG-Press since january of 1995. We've chosen this magazine because it's the first one, in the nineties, to show up with no ties with the organized homossexual movement. To accomplish a reflexive reading of the homossexual discourse as it spread by SuiGeneris, we've adopted theories coming from the so called french school of Discourse Analysis, specially the studies by Maingueneau (1984, 1987) on interdiscoursivity, global semantic, discoursive polemic and interincomprehention. We refer also to some notions in the Textual Linguistics - specially the studies by Koch & Travaglia (1989) and Costa Val (1994) - to fill the rooms left by the Discourse Analysis where it hasn't been able to do so. The work underlines two aspects: the first one is the interlocution proposed by the magazine concerning the sexual orientation refering to the image that is built for the reader (here is being observed when the magazine is vaster and when it is more restrictive concerning its public); the other aspect is the enunciation of the homossexual "outing" (expression used by the organized movement to designate the action of assuming the homossexualism) related to the claimsof the militance for visibility (in this case, it is being considered the positive value given to people that assumes the homossexualism in oposition to the devaluation of people that doesn't assume this attitude). First of alI, we intend to verify if the magazine promotes a displacement of the meanings that permits the discurse of visibility. Here we focus that magazine as it represents the homossexual group and while it relates itself to the discoursive positions refering to the political fight of that group, specially when it concerns the claim for visibility. Following this step, we observe if that displacement is enough to estabilish a discourse (concerning the homossexual claims)that reorganizes the relations to the dominant discourse (concerning the institution ofthe so called "normal" heterossexuality)
Subject: Homossexualismo - Brasil
Imprensa - Poços de Caldas (MG) - História
Análise do discurso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Kronka_GrazielaZanin_M.pdf20.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.