Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269184
Type: TESE
Title: Reestruturações ritmicas da fala no portugues brasileiro
Title Alternative: Speech rhythmical restructurings in Brazilian Portuguese
Author: Meireles, Alexsandro Rodrigues
Advisor: Barbosa, Plinio Almeida, 1966-
Abstract: Resumo: Esta tese trata de reestruturações rítmicas da fala no português brasileiro ao se variar a taxa de elocução (speech rate). A reestruturação rítmica é considerada como uma reorganização entre grupos acentuais ao longo do enunciado ao se variar a taxa de elocução. A variação da taxa de elocução, por sua vez, é uma das maiores causas de modificação fonética, pois, perturbando a cadeia da fala dessa forma, pode-se avaliar as possibilidades de variação que revelariam novos padrões estáveis. A fim de explicarmos como a mudança da taxa de elocução pode modificar a estrutura rítmica da fala, dividimos a tese em três partes distintas. Na primeira parte apresentamos os fundamentos teóricos que serviram de guia para os experimentos realizados. Nessa parte introduzimos a principal motivação teórica de nossa tese, a aplicação da Teoria dos Sistemas Dinâmicos à linguagem. Os pressupostos teóricos desse programa estão presentes na Fonologia Articulatória (Browman & Goldstein, 1992) e no Modelo Dinâmico do Ritmo de Barbosa (2006), utilizados como suporte teórico dos nossos experimentos. Na segunda parte, após apresentarmos as noções básicas sobre o ritmo, relatamos um experimento acústico e um articulatório que revelam variações rítmicas nas frases estudadas com o aumento da taxa de elocução. Os principais resultados para o estudo acústico, em trechos que se reestruturaram ritmicamente, foram: a) o número de unidades VV (vogal-a-vogal) por grupo acentual aumenta proporcionalmente ao crescimento da taxa de elocução; b) a duração do grupo acentual tende a se manter constante com o aumento da taxa de elocução; c) o desvio-padrão da duração das unidades VV, bem como da duração dos grupos acentuais é menor nas taxas rápidas. Já o estudo articulatório, realizado com a utilização de um magnetômetro (EMMA), revela que a taxa de elocução tende a afetar todos os gestos dos enunciados de maneira uniforme, independentemente dos mesmos pertencerem a uma unidade VV em posição de acento frasal ou não. Na terceira parte, trabalhamos com variações rítmicas no item lexical. Especificamente estudamos a variação/mudança de proparoxítonas a paroxítonas com o aumento da taxa de elocução. Primeiramente, apresentamos aspectos históricos desta variação/mudança lexical, para, depois, apresentarmos uma análise à luz da Fonologia Articulatória. Para tanto, realizamos dois estudos: um acústico e um articulatório (EMMA). A principal conclusão para o estudo acústico foi de que a variação de proparoxítonas para formas paroxitonizadas é influenciada pela taxa de elocução, sendo que a probabilidade de encontrar formas consideradas como paroxítonas é maior nas taxas rápidas. No entanto, há fatores individuais/dialetais envolvidos, pois há falantes que nunca as produziram na taxa rápida. Já os estudos articulatórios serviram para corroborar os resultados acústicos, pois, o aumento de coarticulação entre as consoantes pós-tônicas com o crescimento da taxa de elocução explicaria a percepção de proparoxítonas como paroxítonas, sobretudo nas taxas mais rápidas. Concluindo, esta tese mostra que a explicação dinamicista de fenômenos lingüísticos de variação e mudança lingüística pode vir a conciliar aspectos fonéticos e fonológicos da linguagem. Especificamente, apresentamos aqui, como variações contínuas da fala, através do aumento da taxa de elocução, são capazes de modificar a estrutura rítmica da fala e atuar na variação/ mudança lingüística

Abstract: The present thesis deals with speech rhythmical restructurings due to speech rate variation in Brazilian Portuguese. Rhythmical restructuring is considered as a reorganization of stress groups along the utterance due to speech rate variation. Speech rate variation, on the other side, is one of the greatest causes of phonetic change, since this speech chain¿s perturbation makes possible to evaluate the possibilities of variation which would reveal new stable patterns. In order to explain how speech rate change modifies the rhythmic structure of speech, the thesis was split into three different parts. The first part presents the theoretical background on which our experiments were based upon. In this part, it is introduced the thesis¿ main theoretical motivation, the application of Dynamical Systems Theory to language. Its theoretical basis is found in the Articulatory Phonology (Browman & Goldstein, 1992) and the Dynamical Model of Rhythm (Barbosa, 2006). Both models are used as our experiments¿ theoretical basis. The second part, after presenting some basic notions about rhythm, presents an acoustical and an articulatory experiment which reveal rhythmic variations on sentences in which speech rate was varied. The acoustical study¿s main results in stretches with rhythmical restructurings are: a) the number of VV units (vowel-to-vowel) increases proportionally to speech rate increase; b) the stress group¿s duration tends to be constant with speech rate increase; c) the standard deviation of VV units¿ duration, as well as the stress groups¿ duration, is smaller at fast rates. On the other hand, the articulatory study, through the use of a magnetometer (EMMA), reveals that speech rate tends to affect all gestures in a utterance, independently of the VV unit phrasal position. The third part works with lexical rhythmic variation. Specifically, variation/ change from antepenultimate stress words to penultimate stress words is studied. Firstly, historical aspects of this lexical variation/change is presented, then, an analysis by the light of Articulatory Phonology is presented. In order to do so, two studies were made: an acoustical and an articulatory one (EMMA). The acoustical study¿s main conclusion is that antepenultimate stress words variation to penultimate stress words is influenced by speech rate. Higher probability of penultimate stress words forms is to be expected at fast rates. Nevertheless, there are individual/dialectal factors involved, since there are speakers who never produced such forms at fast rates. On the other hand, the articulatory studies were used to corroborate the previous acoustical results, for coarticulation increase between post-stress consonants with speech rate increase would explain the perception of antepenultimate stress words as penultimate stress words, especially at fast rates. Finally, this thesis shows how dynamical explanations of linguistic phenomena like linguistic change and variation may come to reconcile phonetic and phonological aspects of language. Specifically, it presents how speech continuous variations through speech rate increase are able to modify speech¿s rhythmic structure and take part in linguist change/variation
Subject: Lingua portuguesa - Ritmo
Elocução
Língua portuguesa - Fonética
Língua portuguesa - Fonologia
Teoria dos sistemas dinâmicos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Meireles_AlexsandroRodrigues_D.pdf6.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.