Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269169
Type: TESE
Title: (Com)passos no silencio
Title Alternative: Paces of silence
Author: Rocha, Ana Clelia de Oliveira
Advisor: Leite, Nina Virginia de Araújo, 1950-
Abstract: Resumo: Esta tese é escrita a partir das interrogações geradas pela clínica fonoaudiológica com crianças que apresentam o dito ¿retardo de aquisição de fala¿. Essas interrogações incidem sobre a própria nomeação que tais casos recebem nessa área; sobre a prática fonoaudiológica e suas articulações com a Psicanálise; sobre as improvisações em que o tempo da constituição de um sujeito falante é composto. Os (a)casos com os quais a Fonoaudiologia se depara e se surpreende no exercício de sua prática clínica impuseram esta escrita: não há criança sem fala; há crianças que exigem um tempo singular na sua constituição como falante. A clínica fonoaudiológica atua sobre os retardoS de fala, reconhecendo a pluralidade e a particularidade que está em cena no atendimento dessas crianças. Escutar no silêncio da criança uma fala que se improvisa e sustentar uma prática em um tempo outro da constituição dessa criança como falante é possível, quando se toma a interdisciplinaridade como fundamental na atuação clínica. São essas parcerias que permitem compassos no silêncio

Abstract: This thesis was written in view of some issues raised in the treatment of children presenting the so-called ¿delayed speech acquisition¿. These issues focus on the very names used in this area, on the Speech Therapy practice and its articulations with Psychoanalysis; and on the improvisations that also compose the time of constitution of a speaking subject. The cases (as well as chances) ¿ and the surprises ¿ faced by Speech Therapy imposed this work: there is no child without speech; some children demand a singular time for their constitution as a speaker. The clinic treats delayS in speech acquisition, taking into account the plurality and the particularity at work while these children are being treated. It is possible to hear in the child's silence a speech improvisation and sustain a certain practice in a different time of the constitution of this child as a speaker, as long as one takes interdisciplinarity as a fundamental approach to the clinical practice. These partnerships permit paces of silence
Subject: Fala
Silêncio
Crianças
Clinicas
Fonoaudiologia
Psicanálise
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rocha_AnaCleliadeOliveira_D.pdf591.22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.