Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269137
Type: TESE
Title: Um outro olhar para os erros de segmentação
Title Alternative: Another look for the errors of segmentation
Author: Oliveira, Elaine Cristina de
Advisor: Coudry, Maria Irma Hadler, 1949-
Abstract: Resumo: Esta tese tem como objetivo comparar quais critérios lingüísticos são utilizados para colocação dos espaços em branco por crianças consideradas normais e por uma criança diagnosticada, de forma genérica, com "Distúrbio de leitura e escrita". O desenvolvimento deste trabalho fundamenta-se nas seguintes bases teóricas: (i) na neurolinguística de base discursiva (ND) desenvolvida no IEL, mais especificamente, no referencial teórico privilegiado pela ND referente aos estudos sobre a relação normal/patológico e a relação cérebro/linguagem; (ii) nos estudos que tratam do processo de aquisição da escrita a partir de relação sujeito/linguagem e da relação fala/oralidade/escrita/letramento. Partimos da hipótese de que, ainda que sejam encontradas diferenças nos critérios lingüísticos para a disposição dos espaços em branco utilizados pelas crianças, consideradas normais ou não, tais diferenças resultariam, provavelmente, de processos já previstos pela língua, enquanto condição de possibilidade da atividade discursiva. Para a realização deste estudo, foram selecionadas 15 crianças que freqüentavam o segundo ano do primeiro ciclo do ensino fundamental, na mesma sala de aula, em uma escola particular do município de Hortolândia (SP). Dentre essas crianças, apenas uma (RD) apresentava diagnóstico - médico e psicopedagógico - de "dificuldades de leitura e escrita". A coleta de dados foi realizada no período de junho a novembro de 2005. Foram propostas 10 atividades de escrita em diversos gêneros textuais. Privilegiamos para análise apenas a colocação dos espaços em branco (segmentação) considerada como não convencional. Após o levantamento dos episódios de segmentações não-convencionais nas 150 produções textuais, realizamos uma análise quantitativa e uma qualitativa dos dados. Tanto na análise quantitativa como na análise qualitativa, não foi possível observar diferenças significativas entre a criança com diagnóstico de dificuldades e as outras crianças consideradas normais. Na análise qualitativa, a diferença marcante encontrada entre a criança com diagnóstico de dificuldades e as crianças consideradas normais estava relacionada ao funcionamento que denominamos de "tentativas de escrita alfabética", caracterizado por agrupamentos de letras separados por espaços em branco aos quais não foi possível atribuir uma leitura. Esses agrupamentos de letras foram encontrados nas produções textuais de várias crianças, mas com muito mais freqüência nas produções textuais de RD. No que diz respeito à diferença encontrada, a nosso ver, não é possível atribuir a ela indício de problemas, distúrbios ou qualquer tipo de patologia da linguagem. Tal diferença, corroborando nossa hipótese, resultaria de processos previstos pela língua, enquanto condição de possibilidade da atividade discursiva da qual as crianças participam

Abstract: This thesis aims to compare which linguistic criteria are used to the placement of blank spaces by children considered normal and by children diagnosed, in general, with a "Reading and Writing Disorder". The development of this study is founded in the following theoretical bases: (i) on the neurolinguistic of discursive basis (ND) developed at the IEL, more specifically, the theoretical reference privileged by ND referring to studies on normal/pathologic relationship and the brain/language relationship; (ii) on the studies that deal with the process of acquisition of writing from the subject/language relationship and from the speaking/orality/writing/lettering relationship. We start at the hypothesis that even though differences in the linguistic criteria for the use of blank spaces by children considered normal or not, are found, such differences would probably result, from processes already foreseen by the language, as a condition of possibility of discursive activity. In order to do this study, we selected 15 children who attended the second cycle of grade school, in the same classroom, in a private school in the city of Hortolândia (SP). Among these children, only one (RD) presented the diagnosis - medical and psycho pedagogical - of reading and writing difficulty. The data collecting was done from June to November, 2005. Ten writing activities in several textual genders were proposed. For analysis we privileged only the placement of blank spaces (segmentation) considered non-conventional. After raising the episodes of non-conventional segmentation in the 150 textual production, we performed a quantity and quality analysis of the data. In both, it was not possible to notice meaningful differences between the child with the difficulty diagnosis and the children considered normal. In the quality analysis the main difficulty found between the child with the diagnosis of difficulties and the children considered normal was related to the functioning of what we called "attempts of alphabetical writing", characterized by a gathering of letters separated by blank spaces which were not possible to be read. These gatherings of letters were found in the textual production of several children, but much more frequently in the textual production of RD. As for the difference found, in our point of view, it's not possible to ascribe to it, trace of problems, disturbs or any kind of language pathology. Such difference, confirming our hypothesis, would result from processes forseen by language, as a condition of possibility of discursive activity of which children participate
Subject: Aquisição da escrita
Neurolinguística
Oralidade - Escrita
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_ElaineCristinade_D.pdf4.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.