Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269132
Type: TESE
Title: Da sombra à luz = a patologização de crianças sem patologia
Title Alternative: From shadow to light : the excessive labeling of normal children
Author: Antonio, Giovana Dragone Rosseto, 1985-
Advisor: Coudry, Maria Irma Hadler, 1949-
Abstract: Resumo: Diante de um contexto de patologização excessiva, em que há um grande número de patologias e diagnósticos relacionados a questões escolares, sobretudo referentes ao processo de aquisição e uso da leitura e escrita, este trabalho busca discutir, com base na Neurolinguística Discursiva, a forma como tais diagnósticos têm sido feitos e as consequências que trazem para a vida das crianças. Apesar de serem muitas as "doenças" que surgem para justificar o fracasso escolar ou o comportamento inadequado de algumas crianças, este trabalho se aterá à discussão sobre a dislexia. Nosso objetivo, portanto, é discutir o estatuto de doença que é atribuído à dislexia, analisando, para isso, o discurso autorizado proferido sobre ela (sobretudo o da Associação Brasileira de Dislexia - ABD) e a concepção de linguagem na qual este discurso se baseia, que funciona como um dispositivo capaz de controlar os sujeitos, de acordo com Agamben (2004). Além disso, comparamos as propostas de material e atividades da Associação Brasileira de Dislexia com o trabalho realizado no Centro de Convivência de Linguagens (CCazinho/IEL/Unicamp)

Abstract: In the face of a background of excessive labelling in which there are a great number of diseases and diagnostics related to school problems, mostly concerning the processes of reading and writing acquisition, this masters dissertation discusses, based on the Discoursive Neurolinguistics, how these diagnostics are being given and the consequences that they bring to children's lives. In spite of the many "diseases" that are emerging to justify school problems and failures or to justify an inappropriate behavior from some children, this text will focus on the debates on dyslexia. Therefore, our goal is to discuss how dyslexia came up as a disease, analyzing for that matter the authorized discourse on it (mostly from the Associação Brasileira de Dislexia - ABD) and the conception of language in which this discourse is based on that work as an apparatus capable of controlling the subject, according to Agamben (2004). Besides, we compare the activities and material from the Associação Brasileira de Dislexia with the work done at the Centro de Convivência de Linguagens (CCazinho/IEL/Unicamp)
Subject: Neurolinguística discursiva
Patologização da educação
Dislexia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Antonio_GiovanaDragoneRosseto_M.pdf25.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.