Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269115
Type: TESE
Title: Estudo fonologico e morfossintatico da lingua juruna
Author: Fargetti, Cristina Martins
Advisor: Seki, Lucy, 1939-
Abstract: Resumo: Esta tese apresenta um estudo fonológico e morfossintático da língua juruna (família juruna, tronco tupi), falada pelo povo juruna (aproximadamente 241 pessoas) que vive no Parque Indígena Xingu, Mato Grosso. No Capítulo I, um estudo fonológico, são apresentados os fonemas segmentais da língua, com exemplificação de contrastes, distribuição complementar e variação "livre" ; também são apresentadas análise do acento via teoria métrica (Hayes, 1995), análise da nasalidade, via geometria de traços. No Capítulo lI, Classes de palavras, são apresentados os critérios para definir as classes de palavras da língua, distinguindo-as em abertas ( nome, verbo, advérbio) e fechadas (posposição, pronome, clítico e partícula). No Capítulo ID, Subconstituintes da sentença, são apresentados os fenômenos relacionados aos subconstituintes da sentença' modificadores de nomes, ordem dentro do SN, categorias de modo e aspecto, reduplicação (processos distintos de infixação e sufixação), causativos, reflexivo, recíproco e negação. No Capítulo IV, Tipos de sentenças, são apresentados os tipos de sentença na língua: Simples -declarativa, interrogativa e imperativa; e Complexas - coordenadas e subordinadas. No Capítulo V ,Conclusão, são apresentadas considerações sobre os resultados deste trabalho. Finalmente, no Apêndice são apresentados três textos em juruna, com as devidas glosas, com o objetivo de proporcionar ao leitor a oportunidade de conhecer a língua em uso nas situações de diálogo, narração sobre uma festa e narração de mito. Também no Apêndice há um vocabulário básico da língua, organizado com o mesmo objetivo de servir a uma comparação posterior com outras línguas e um conjunto de fotos de membros da comunidade juruna

Abstract: This thesis presents a phonological and morphosyntatic study of Juruna language Guruna family, tupi stock) spoken by juruna people (approximately 200 persons) who live in Parque Indígena Xingu (Xingu Indigenous Park), Mato Grosso state, Brazil. In the Chapter I, a phonological study, the segmental phonemes are presented, with contrasts exemplification, complementary distribution and "free" variation ; an anlysis of stress by Metrical Theory (Hayes, 1995), and an analysis of nasality by geometry of features are presented. In the Chapter n, Words Classes, is presented the criteria to define the language words classes, distinguishing them in open (noun, verb, adverb) and closed ( posposition, pronoun, clitic and particles). In the Chapter Ill, Sentence Subconstituents, phenomena related to the sentence subconstituents are presented : noun modifiers, order inside the NP, categories of mood and aspect, reduplication (distinct processes of infixation and sufixation) , causatives, reflexive, reciprocal and negation. In the Chapter IV, Sentences Types, the language sentences types are presented : Simple -declarative, interrogative and imperative- and Complex - coordinated and subordinated. In the Chapter V are presented considerations about the results ofthis work. Finaly, in the Appendix, three texts in juruna are presented with the proper glosses, so as to provide the reader the opportunity of knowing a language in use in situations of dialogue, narrative about a party and a myth narrative. Also in the Appendix, there is a basic language vocabulary, organized so as to also serve to a posterior comparison to other languages, and there are photos of juruna people
Subject: Índios - Línguas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fargetti_CristinaMartins_D.pdf6.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.