Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269099
Type: TESE
Title: Guerra de sentidos : uma leitura dos pronunciamentos do Presidente George W. Bush sobre a guerra com o Iraque
Title Alternative: War of meanings : a reading of George W. Bush's speeches on Iraq
Author: Feitosa, Ligia Dias
Advisor: Romualdo, Jonas de Araújo, 1948-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como objetivo refletir sobre o processo de legitimação, pelo Governo Bush, da guerra entre Estados Unidos e Iraque, iniciada em março de 2003. Com efeito, os atentados terroristas de 11 de setembro transformaram o cenário sócio-político internacional e exigiram que os Estados Unidos assumissem uma nova postura. Assim, o presidente George W. Bush deu início a uma das maiores transformações na política externa norte-americana desde o início da Guerra Fria, liderando um movimento de combate ao terrorismo chamado Guerra ao Terror. O corpus é composto de quinze (15) pronunciamentos, os quais abrangem um período que começa em 29 de janeiro de 2002, quando Bush informou o estado da União, até 29 de dezembro de 2006, quando Saddam Hussein foi executado. A perspectiva teórica adotada é a da análise do discurso, tal como desenvolvida por Pêcheux (1969, 1988 e 1997), Orlandi (1990, 1996, 1999 e 2003) e Maingueneau (1997 e 2005). Finalmente, à conclusão do trabalho, verificamos que a guerra Estados Unidos versus Iraque é um acontecimento resultante de um intenso trabalho de formulações que se sustentam em sentidos que, a nosso ver, remetem ao discurso fundador dos Estados Unidos da América

Abstract: This paper focuses on analyzing the process of legitimation of the war between the United States and Iraq performed by Bush Government, which started in March, 2003. Needless to say, the terrorist attacks of 11/9 transformed the international social-political scenario and demanded a new posture from the United States. For this reason, president George W. Bush has initiated one of the most significant changes in the North American external politics since the beginning of Cold War, leading a movement for fighting terrorism called War on Terror. The corpus consists of fifteen (15) speechs, ranging from January 29, 2002, when Bush informed the State of the Union, to December 29, 2006, when Saddam Hussein was executed. The theoretical basis adopted refers to the Discourse Analysis, as proposed by Pêcheux (1969, 1988 and 1977), Orlandi (1990, 1996, 1999 and 2003) and Maingueneau (1997 and 2005). Finally, the study concludes that the war between the United States and Iraq is the result of an intensive work of formulations, which are sustained in meanings that, in our opinion, refers to the founding discourse of the United States of America
Subject: Bush, George W (George Walker), 1946-
Análise do discurso
Interdiscurso
Guerra
Iraque - História
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Feitosa_LigiaDias_M.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.