Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269082
Type: TESE
Title: Mesclas genéricas na "tragicomédia" Anfitrião de Plauto
Title Alternative: Genres miscellany in Plautu's tragicomedy Amphitruo
Author: Costa, Lilian Nunes da, 1985-
Advisor: Cardoso, Isabella Tardin, 1971-
Abstract: Resumo: O presente trabalho é constituído por uma tradução em prosa da comédia Anfitrião (Amphitruo) de Plauto e um estudo introdutório à peça. Na tradução, buscou-se resgatar - quer na versão para o português, quer em notas - efeitos poéticos presentes no texto latino, tratando, na medida do possível, de questões linguísticoestilísticas pertinentes aos versos plautinos. No estudo introdutório, apresenta-se um panorama da obra, com destaque para um tema intrínseco à peça: as mesclas genéricas. Desde o prólogo a personagem Mercúrio avisa que a peça será uma "tragicomédia" (tragicocomoedia, v. 59 e 63), por conta das personagens que participam da ação: reis e deuses (reges quo ueniant et di, v. 61), que ele afirma serem próprios das tragédias, e um escravo (seruus, v. 62), típica personagem cômica. Na análise de alguns trechos da peça, revelam-se não apenas elementos trágicos, mas também épicos (especialmente no discurso de batalha de Sósia, v. 186 - 247, 250 - 62) e até mesmo líricos (sobretudo a ária de Alcmena, v. 633 - 53); mas é possível que os dois últimos tipos de alusão genérica venham a confluir na obra por meio das referências ao próprio gênero trágico, o qual, como é notório, normalmente carrega consigo também algo da épica e da lírica. Uma observação mais atenta sugere, afinal, que em Anfitrião as menções e alusões a outros gêneros que não a comédia têm intento paródico, contribuindo para o humor da peça

Abstract: This research paper consists of a prose translation of Plautus' Amphitruo and an introductory study to the comedy. The translation aims at recovering (both on our Portuguese version and on footnotes) poetic effects found on the Latin text, considering relevant linguistic and stylistic issues that are pertinent to the Plautine verse. The introductory study presents an overview of the play, drawing special attention to an inherent theme: the genres miscellany. In the prologue Mercury informs that the play is a "tragicomedy" (tragicocomoedia, v. 59 e 63) due to the characters that take part in the action: kings and gods (reges quo ueniant et di, v. 61), which he qualifies as proper for tragedies, and a slave (seruus, v. 62), typical comic character. The analysis of some sections of the play reveals not only tragic features, but also epic (specially on Sosia's battle narrative, v. 186 - 247, 250 - 62) and even lyric ones (mainly Alcmena's aria, v. 633 - 53); perhaps both undertones come from the allusion to the tragic genre itself, that usually carries somewhat of epic and lyric. In spite of that, a more accurate observation suggests that in Amphitruo allusions and mentions to genres other than comedy intend to be parodic, contributing to the humor of the play
Subject: Plauto, 254a.C.-184a.C - Crítica e interpretação
Comédia latina - História e crítica
Gêneros literários - Poesia
Tragicomedia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_LilianNunesda_M.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.