Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269062
Type: TESE
Title: O estilo na interpretação cantada e falada de uma canção de camara brasileira : dados de cinco cantoras liricas brasileiras
Title Alternative: Style in singing and spoken performance of a brazilian chamber song : data from five brazilian lyric woman singers
Author: Pessotti, Antonio Carlos Silvano, 1969-
Advisor: Albano, Eleonora Cavalcante, 1950-
Abstract: Resumo: Música e Lingüística têm diversos pontos de contato na descrição e análise da voz cantada e falada. Neste trabalho, as considerações sobre a interpretação dessas duas produções passam pela abordagem de três possíveis determinantes: a partitura, o texto e a escola. O desenvolvimento da partitura enquanto documento aliado para a interpretação e limitador em certos períodos e práticas musicais, da influência do texto sobre as composições e da influência da escola sobre a interpretação da canção têm sua contribuição histórica nessa linha de pesquisa multidisciplinar. A abordagem sobre a interpretação musical cantada, nos aspectos prosódicos da execução da melodia e do ritmo, com a partitura e o texto como parâmetros, musical e lingüístico respectivamente, delimita a metodologia de pesquisa que usa as técnicas da fonética acústica como ferramenta de análise. A questão do sotaque na voz falada e cantada pode ser relevante de acordo com o modo, o momento e por quê ele é executado, se de forma natural ou estilística no canto ou mesmo como busca por um ideal estereotípico que nem sempre é alcançado na prática. Diversos termos comuns na prática do canto e na teoria lingüística são abordados aqui, como a noção de timbre e de registro, de articulação, o posicionamento de algumas escolas de canto sobre tais termos, além da descrição sobre os elementos que unem as produções da voz cantada e da voz falada: o estudo dos elementos prosódicos, ou melhor, os aspectos delimitadores da definição de prosódia, dentro da Música e da Lingüística, e seus elementos constituintes, seus domínios e como podem ser aplicados a termos como prosódia musical ou prosódia poética. Dentro desse contexto, o trabalho procura enfocar a questão do estilo empregado por cantoras líricas brasileiras na interpretação falada e cantada de uma canção de câmara brasileira, levando em conta a variação de elementos prosódicos na fala e no canto que pudessem marcar estilo pessoal ou estilo de grupo (escola), com a descrição das realizações referentes ao ritmo e a duração, bem como quanto à entoação e ao timbre, na produção de canto e de fala por informante. O uso do modelo linear misto (MLM) nas análises estatísticas corroborou o enfoque de alguns modelos fonológicos, como a Fonologia Prosódica (Nespor e Vogel, 1986), a Fonologia Métrica, a Fonologia Autosegmental-Métrica e a Fonologia Acústico-Articulatória (Albano, 2001), bem como a variabilidade produzida pelo intérprete, que se vê obrigado a fazer uma escolha entre várias vias ou fazer delas uma única via de três pistas, calcando escolhas individuais em confronto com as escolhas e práticas sociais (de escola)

Abstract: Music and Linguistics have diverse contact points in the description and analysis of the sung and spoken voice. In this work, some considerations about the performance of these two productions pass by the field of three possible determinative ones: the musical score, the text and the school. The development of the musical score while document, allied for the performance and limiter in certain periods and musical practices, the text influence on the compositions and the school influence on the song performance has its historical contribution in this multidisciplinary research line. The approach on the sung performance, in the prosodic aspects of melodic and rhythmic execution, with musical score and text as parameters, musical and linguistic respectively, delimits the research methodology that uses acoustic phonetics research techniques as an analysis tool. Accent as boundary question in spoken and sung voice may be in accordance with the way, the moment and why they are executed, if it is a natural or stylistic form in singing or as a search for a stereotypic ideal, that nor always is reached in the practical one. Overall terms in singing practices and linguistic theory are abroaded here, as timbre and singing register, articulation, and singing schools terminologies on such terms, beyond the description on the elements that joint the sung and spoken voice productions: the study of the prosodic elements, or the hierarchical constituents of the prosodic phrase, inside of Music and the Linguistics fields, its elements, domains and how these terms can be applied as musical prosody or poetical prosody. Inside of this context, the work looks for the stylistic practice of Brazilian lyric women singers in the spoken and sung performances of a Brazilian chamber song, taking in account the variation of hierarchical prosodic elements in spoken and sung productions that they could mark personal style or group style (school), with the description of the referring accomplishments to the rhythm, as well as to the intonation and timbre. The use of the mixed linear model (MLM) in the statistical analyses corroborate the approach of some phonological models, as the Prosodic Phonology (Nespor and Vogel, 1986), the Metrical Phonology, the Autosegmental-Metrical Phonology and the Gestual Phonology (Albano, 2001), as well as the performer variability, who can make choices between several paths, being individual choices, in confrontation with the social practical (school) choices
Subject: Música
Canto
Linguística
Fonética
Estilo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pessotti_AntonioCarlosSilvano_M.pdf7.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.