Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269038
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O estatuto da palavra que tem efeito neologico na construção delirante
Title Alternative: The status of words of neologic effect in delirious construction
Author: Pincerati, Walker Douglas, 1979-
Advisor: Lemos, Claudia Thereza Guimarães de, 1934-
Abstract: Resumo: Este estudo, partindo da tese psicanalítica de que existe uma diferença estrutural entre a linguagem na neurose e na psicose, tem por objetivo analisar e discutir o estatuto das palavras que têm efeito neológico no dizer psicótico. Lançando mão dos dados de LC, que tem o diagnóstico psiquiátrico de esquizofrenia, procurou-se: (i) levantar, descrever e analisar as palavras de efeito neológico nesse dizer situando-as como ápices ou condensações das "idéias delirantes" e significantes em trânsito no delírio; (ii) realizar uma comparação dessas palavras com as formas possíveis na língua, depreendendo, com isso, a especificidade do efeito neológico em relação ao que a Lexicologia entende como um neologismo; e (iii) discutir a função dessas palavras na produção da opacidade do dizer psicótico e na arquitetura do delírio. A partir da leitura lacaniana de Freud, tomou-se o delírio como um processo de significantização que visa atenuar a angústia e reatar as relações do delirante, enquanto habitante da linguagem, com a realidade. Com a análise, chega-se a conclusão de que a palavra que tem efeito neológico tem como função encapsular num significante ideias e significantes em jogo no delírio. Ela situa para o delirante uma significação especial

Abstract: Psychoanalysis assumes that there is a structural difference between language in neurosis and language in psychosis. This study adopts this thesis and discusses the status of words of neologic effect in psychotic discourse. By considering the data of LC, a subject with psychiatric diagnosis of schizophrenia, we attempted (i) to identify, describe, and analyze the words of neologic effect in such discourse, situating them either as apices or as condensations of "delirious ideas" and signifiers moving in the stream of a delirium; (ii) to compare these words with possible forms in language, thereby deducing the specificity of the neologic effect against what Lexicology calls a neologism; and (iii) to discuss the function of such words in the production of opacity in psychotic discourse and in the delirium architecture. The Lacanian reading of Freud takes delirium as a process of significantization which aims at attenuating anguish and re-establishing the relations of the delirious person, as an inhabitant of language, with reality. We conclude that the word of neologic effect works by condensing in a signifier ideas and signifiers at stake in the delirium. Such words gesture at a special signification for the delirious subject
Subject: Efeito neológico
Neologismos
Construção delirante
Psicanálise
Psiquiatria
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pincerati_WalkerDouglas_M.pdf684.07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.