Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/268945
Type: TESE DIGITAL
Title: É proibido não mexer : divulgação científica e a Seara da Ciência
Title Alternative: It's forbidden not to touch : Science popularization actions developed by Seara da Ciência
Author: Silva, Giselle Soares Menezes, 1986-
Advisor: Camargo, Vera Regina Toledo, 1957-
Abstract: Resumo: Este estudo tem como objetivo avaliar as ações de divulgação científica promovidas pela Seara da Ciência, espaço de divulgação científica e tecnológica da Universidade Federal do Ceará. Em particular, analisamos o curso experimental, realizado em 2014, com financiamento do edital Edital 055/2012/CAPES - Programa Novos Talentos. Criada em 1999, por um grupo de professores da UFC, a Seara visa estimular a curiosidade por ciência, cultura e tecnologia através de conexões com a vida cotidiana e da interdisciplinaridade. Entre as ações desenvolvidas, destacam-se as visitas ao salão de exposições, os cursos básicos, cursos de férias, peças teatrais e vídeos de divulgação científica. No ano de 2014, a Seara recebeu 23.363 visitantes, sendo 12.776 de escolas públicas, 7.494 de escolas particulares e 3.093 visitantes espontâneos. O curso analisado nesta pesquisa foi realizado entre os meses de março e novembro de 2014, com quinze alunos do segundo ano do Ensino Médio de uma escola pública estadual de Fortaleza. Os estudantes participavam de encontros semanais, com quatro horas de duração, às quintas-feiras, nos laboratórios de Biologia, Física e Química da Seara. Na pesquisa, de abordagem qualitativa, foi utilizada uma metodologia híbrida, mesclando o estudo de caso (YIN, 2001) à pesquisa participante (PERUZZO, 2008). Como base teórica, utilizamos os estudos de comunicação pública da ciência, em particular os modelos apresentados por Lewenstein e Brossard (2006), e de ciência, tecnologia e sociedade (BAZZO, 1998). Quatro capítulos foram construídos para contextualizar a pesquisa. Os resultados apontam que apesar de não ser esse seu objetivo principal, a Seara acaba funcionando como uma extensão da escola, dada a grande preocupação com iniciativas que possam melhorar o ensino de ciências no Estado do Ceará. No caso do curso analisado neste estudo, os conteúdos abordados nos encontros da Seara seguiam o conteúdo programático da escola para o 2º ano do Ensino Médio. Em nossa vivência, percebemos que os alunos muitas vezes repetiam, nos laboratórios da Seara, experimentos realizados na escola ou vice-versa. Notamos, ainda, que a instituição trabalha questões que integram o cotidiano dos alunos, mas poderia aprofundar essa abordagem, estimulando reflexões críticas sobre o processo de construção social da ciência e suas implicações na vida cotidiana. Além disso, constatamos que as ações na área de divulgação científica deveriam ser mais bem estruturadas e exploradas, como é o caso dos vídeos produzidos pela Seara, que mesmo dentro da instituição, ainda são pouco utilizados

Abstract: This study aims to evaluate the science popularization actions developed by Seara da Ciência, the science museum of Federal University of Ceará (UFC). In particular, we analyzed the experimental course, held in 2014, with public funding from CAPES - New Talent Program. Created by a group of teachers from UFC, Seara aims to stimulate curiosity for science, culture and technology by making connections with everyday life and by promoting interdisciplinarity between different areas of knowledge. Among all science popularization actions developed by Seara, the visits to the exhibition hall,the basic courses, the summer courses, the theater plays and the science videos stand out. In 2014 Seara received 23,363 visitors: 12,776 students of public schools; 7,494 students from private schools; 3,093 spontaneous visitors. The course analyzed in this research was held between the months of March and November 2014, with fifteen students of the second year of high school of a state school in Fortaleza. The students participated of weekly meetings of four hours, on Thursdays, in the Biology, Chemistry and Physics laboratories of Seara. For the analysis we used a hybrid approach, combining the case study (Yin, 2001) with the method of participant observation (PERUZZO, 2008). Our theoretical basis is of the public understanding of science (PUS) studies, particularly the models presented by Lewenstein and Brossard (2006), and also the science, technology and society studies (BAZZO, 1998). The research is divided into four chapters. The results show that despite not being its main purpose, Seara ends up working as a school extension, given the major concern with initiatives that can improve science education in the state of Ceará. In the course analyzed in this study, the contents of the meetings at Seara followed the school curriculum for the 2nd year of high school. In our experience, we realized that students often repeated, in the Seara laboratories, experiments that they did at school or vice versa. We also noticed that although the institution debates issues that are part of the students lives, it could go deeper in this approach, by stimulating critical reflection on the process of social construction of science and its implications in everyday life. In addition, we found that the actions in the science communication area should be better structured and used, like the science videos produced by Seara, that even within the institution, are bit used
Subject: Universidade Federal do Ceará. Seara da Ciência
Divulgação científica - Brasil
Museus de ciência
Comunicação na ciência
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_GiselleSoaresMenezes_M.pdf6.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.