Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/268932
Type: TESE DIGITAL
Title: Trabalho, ócio e lazer : um olhar discursivo
Title Alternative: Work, idleness and leisure : a discursive view
Author: Costa, Laila de Castro, 1979-
Advisor: Lagazzi, Suzy, 1960-
Lagazzi, Suzy Maria, 1960-
Abstract: Resumo: Nesta pesquisa investigamos o discurso do lazer para compreender o modo como foi se constituindo, historicamente, em relação ao ócio e ao trabalho. Perguntamos: Qual o percurso histórico dos sentidos de lazer na relação com o trabalho e o ócio nos dicionários, lugar de legitimação da interpretação? Como se dá a relação lazer/trabalho na forma jurídica da Constituição? Em que espaço administrativo essa relação é posta em prática? Filiamo-nos ao quadro teórico e metodológico da Análise de Discurso de perspectiva materialista. Nosso corpus é constituído por recortes de três materiais distintos. Primeiro, a partir das palavras `lazer¿, `ócio¿ e `trabalho¿, buscamos compreender quando surgiram e como funcionam nas definições dos dicionários; em seguida, pelas sete Constituições Brasileiras onde analisamos a presença das palavras citadas e, em especial, a garantia do direito ao lazer. Por último analisamos textos de sites oficiais das Secretarias de Estado que apresentam em sua denominação a palavra `lazer¿. Lazer/ócio/trabalho apresentam, em suas diferentes formulações, um percurso significativo. São suas relações discursivas com o sujeito que nos interessam. Consideramos importante olhar para o sentido do lazer discursivamente, pois ele coloca em jogo o sujeito na contemporaneidade e na sua relação com os discursos do trabalho, com a formação capitalista

Abstract: In this research we investigated the leisure speech to understand how it was constituted historically in relation to leisure and work. We asked: What is the historical background of leisure senses in relation to work and idleness in dictionaries, place of legitimation the interpretation? How is the leisure / labor relation in the legal form of the Constitution? What administrative space this relationship is put into practice? Our analyses are based on the theoretical and methodological framework of the materialistic perspective of Discourse Analysis. Our corpus is made up by three distinct materials. First, from the entries 'leisure', 'idleness' and 'work', trying to understand when they appeared and how they work in dictionary definitions; then the seven Brazilian Constitutions, where we analyzed the entries of the three words mentioned and in particular the guarantee of the right of leisure. Finally, we analyzed the texts of official websites of Secretaries of State, that have in its name the word `leisure¿. Leisure/idleness/work have, in their different formulations, a significant route. And their discursive relations with the subject that interest us. We consider important to look at the meaning of leisure discursively because it brings into play the subject in contemporary times and its relationship with the speeches of work, with the capitalist formation
Subject: Análise do discurso
Referência (Linguística)
Materialismo
Trabalho
Ócio
Lazer
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_LailadeCastro_D.pdf936.44 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.