Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/268928
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Divisão territorial : uma analise discursiva do confronto "não dividir X criar"
Author: Pitombo-Oliveira, Tania
Advisor: Lagazzi, Suzy, 1960-
Abstract: Resumo: Nesta minha reflexão, que se inscreve na perspectiva teórica da Análise de Discurso fundada nos trabalhos de Michel Pêcheux na França e Eni Orlandi e o grupo de pesquisadores por ela formados no Brasil, tenho como objeto a compreensão da constituição histórica do conflito posto no Estado de Mato Grosso pelo processo migratório instaurado na década de setenta, na perspectiva discursiva de análise do discurso jornalístico. Através dessa análise pretendo compreender a divisão que se mostra na língua e circula na mídia, principalmente nas diferentes posições-sujeito observadas. Para esta reflexão e compreensão dos sentidos que afloram e circulam na região norte do Estado de Estado de Mato Grosso, a análise do material constituído por entrevistas e depoimentos a partir de recortes de jornais locais impressos, virtuais e revistas; representativos da região norte do Estado do Mato Grosso, produziu recortes específicos, marcados, a partir das relações imaginárias constitutivas dos processos discursivos, por um forte posicionamento favorável à proposta de divisão territorial do Estado. Essa prática discursiva favorável ao processo divisionista, estabelece, por defender esse posicionamento, uma situação de confronto com os habitantes da região sul do Estado. Para entender esse confronto, foi necessário me deter também na prática discursiva jornalística representativa dos habitantes da região sul do Estado de Mato Grosso que compreende a capital Cuiabá e seu entorno, região esta toda ela à luz de mais de 200 anos de colonização e que devido às grandes distâncias, falta de estradas e comunicação com os grandes centros do País, viveu um grande período de isolamento sócio-econômico e cultural até a instauração do processo migratório no Estado. Tomando o discurso como local privilegiado de observação, encontro práticas discursivas que reforçam o ser de Mato Grosso, nascido aqui, em posição de enfrentamento aos paus-rodados e paus-fincados, formulações essas ancoradas no acontecimento discursivo da primeira divisão estadual, no movimento da construção de fundar sentidos postos pela Declaração da Amazônia, e, ainda, nos efeitos de uma incerteza em relação a um futuro marcados pelo tempo verbal do futuro do pretérito. A análise do discurso em relação ao confronto não dividir x criar um novo Estado deu visibilidade a processos de identificação que definem as relações imaginárias postas no Estado de Mato Grosso pelos seus habitantes

Abstract: This reflection is inscribed in the theoretical outlook of the analysis of the discourse based on productions by Michel Pêcheux in France and Erni Orlandi and the team of researchers formed by it in Brazil. I aim the understanding of the historical constitution of the conflict brought about by the migratory process in the state of Mato Grosso in the 80¿s, under the discursive analysis of the journalist discourse. Through this analysis I intend to understand the division shown in the language that circulates in the mass media, mainly in the different subject-positions observed. For this reflection and understanding of the meanings that emerge and circulate in the North region of the state of Mato Grosso, the analysis of the material made up of interviews and depositions from local newspaper clippings virtual news and magazines which represent the North region of the state of Mato Grosso has produced specific meanings, which are marked by a strong favorable stand to the proposal of the territorial division of the state and imaginary constitutive relations of the discursive processes. This discursive practice which is favorable to the divisional process stablishes a confronting situation towards the inhabitants of the south region of the state for defending this position. In order to understand this confrontation I also had to detain in the journalistic discursive practice which represents the inhabitants of the south region of the state of Mato Grosso which comprises the capital city Cuiabá and its surroundings. A region subject to over 200 years of colonization and which, due to large distances, lack of roads and communication with the large cities in Brazil, has faced a great period of socio-economical and financial isolation until the instauration of the migratory process in the state. Taking the discourse a privileged observation spot I find discursive practices which reinforce the Mato Grosso being. Born here, facing the ¿pau-rodados¿ and ¿pau-fincados¿, formulations anchored the discursive discourse of the first state division, to the construction movement of founding meanings imposed by the Declaration of the Amazonia and also to the effects of an incertaintly concerning a future marked by the conditional verbal tense. The discourse analysis related to the confrontation no division x creation of a new state enlighted the identification processes that define the imaginary relations inflicted in the state of Mato Grosso by its inhabitants
Subject: Análise do discurso
Discurso jornalistico
Fronteira discursiva
Discurso fundador
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PITOMBO-OLIVEIRA, Tania. Divisão territorial: uma analise discursiva do confronto "não dividir X criar". 2007. 224p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/268928>. Acesso em: 10 ago. 2018.
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pitombo-Oliveira_Tania_D.pdf3.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.