Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/268899
Type: TESE
Title: Rondonia : o funcionamento do discurso da emancipação do estado
Author: Borges, Maria Cristina Ramos
Advisor: Possenti, Sírio, 1947-
Abstract: Resumo: Este trabalho pretende rever um período histórico do ex-Território Federal de Rondônia, com o objetivo de esclarecer as práticas discursivas daquele tempo, direcionadas ao processo de emancipação do Estado. Nada mais adequado, portanto, do que a Análise do Discurso, uma vez que ela permite trabalhar ao mesmo tempo com a lingüística e com a história. A proposta de análise deste trabalho é filiada à linha francesa da análise do discurso, onde o como se diz é o fio condutor da compreensão dos sentidos. Considerando a capacidade da linguagem e que os sentidos produzidos são oriundos da língua, inscrita na história, tentaremos compreender os discursos dos sujeitos envolvidos no processo de emancipação do Estado de Rondônia, inscritos em diferentes formações discursivas: por um lado a manutenção da ditadura militar - onde a interdição do processo eleitoral era prática dos que detinham o poder e, por outro a tentativa de instauração da democracia no futuro estado, com eleições diretas para todos os cargos, como preconizava a 'abertura democrática' do então presidente João Baptista Figueiredo. Estamos, então, no período cronológico compreendido entre os anos de 1979 e 1981. O trabalho se compõe, basicamente, de quatro capítulos. No primeiro capítulo, apresentamos o seu tema e o problema levantado. O segundo capítulo é a preparação da análise e constitui-se de exposição das questões teóricas e metodológicas que embasarão todo o trabalho. Em seguida apresentamos, como terceiro capítulo, as condições de produção do processo de emancipação, que dividimos em duas partes: a primeira trata de uma análise jurídica e comparativa dos dois termos em questão - Território e Estado - onde procuramos ressaltar seus aspectos diferenciadores; na segunda, tratamos dos elementos históricos sobre Rondônia e a preparação para a emancipação. Por último, apresentamos um quarto capítulo onde desenvolvemos a análise dos discursos que constituem o corpus do trabalho. Nesta parte estão inseridos os discursos de Jerônimo Garcia de Santana - deputado federal pró-democradia, miado ao antigo MDB (hoje PMDB) e de Odacir Soares - deputado federal pró-ditadura, filiado à antiga ARENA ( depois PDS), ambos representando Rondônia na Câmara Federal. Nesta quarta parte, tentamos compreender quem são os "nós" tantas vezes evocado nos discursos dos deputados federais envolvidos e o que essas falas produziam como efeitos de sentido e como eficácia na divisão do poder. Veremos, então, quantos sentidos pode ter um "nós", em diferentes níveis referenciais, ou seja, em relação ao sistema, à coletividade dos rondonienses ou ainda a segmentos definidos da sociedade. Veremos ainda quantos sentidos pode ter o "povo", sempre levando em destaque a questão da heterogeneidade e, por fim, o funcionamento discursivo da negação, muitas vezes presentes nos discursos dos deputados envolvidos, como também em algumas falas do então governador do Território Coronel Jorge Teixeira de Oliveira. Veremos, principalmente, como os jogos políticos de persuasão conseguem ou não apagar o que se pretendia de democrático naquela época específica dos governos militares. Enfim, tentamos neste trabalho explicitar os lugares em que esses vários efeitos de sentido se formam, bem como compreender seus mecanismos de funcionamento. Além disso, tentaremos dar subsídios para a melhor compreensão dessa fase política do Estado de Rondônia não somente como ela é contada, mas também como ela é falada pelos que dela participam, como ela se faz, fazendo-se neste ou naquele sentido

Abstract: This paper is intended to review a historic period of the ancient Rondonia Federal Territory, aiming to clear the discourse practices from that time, directed to the state emancipation process. Therefore, nothing is more adequate than Discourse Analysis, once it permits to work with history and linguistics at the same time. The analysis proposition in this paper is affiliated to the French Discourse Analysis line, where the how to say is the leading line to sense comprehension. Considering the opacity of language and the fact that produced senses are originated in the language, inscribed in history, understanding will be seeked by the discourse of subjects and situations involved in the Rondonia state emancipation process, inscribed in different discourse formations: in the one hand, the military dictatorship maintenance - where the election process interdiction was a practice of those who owned the power, and by the other hand, the trial to install democracy in the future state, with direct elections for every govemment position, as stated in the 'democratic overture' by the then president João Baptista Figueiredo. We are, then, in the chronological period comprehended between 1979 and 1981. The paper is constituted by four chapters. ln the first one its theme is presented and the problem is raised. The second chapter is the preparation for the analysis and is constituted by the exposition of theoretical and methodological questions which will base the whole work. ln the sequence, the third chapter will present the conditions to the emancipation process production, and will be divided in two parts, the first treats a legal and comparative analysis of the two terms in question - territory and state -, their conflicting aspects are highlighted; in the second part, historic elements about Rondonia and its preparation for emancipation are treated. Finally, a fourth chapter is presented with the analysis of the discourse that constitutes the studied corpus. ln this part are the speechs by Jeronimo Garcia de Santana - prodemocracy federal deputy, affiliated to the ancient MDB (today PMDB) and by Odacir Soares - pro-dictatorship federal deputy, both representing Rondonia in the Senate. At this part, comprehension is seeked of who are the so called "we", so many times evoked in speeches of involved deputies and what these sayings produced as sense effects and as efficiency in dividing the power. Then, the number of senses "we" can have, in different referentiallevels, that is, related to the system, to the collectivity of rondonians, or even to determined segments of society will be seen. "People" is another term to be investigated, always focusing the question of heterogeneity, and, at last, of discursive functioning of negation, many times present in the discourse of involved deputies, as well as some words of the then territory govemor Jorge Teixeira de Oliveira. Political persuasion games will be viewed regarding to their power of deleting or not what was democratic at the specific military govemment time. Places in which these sense effects are formed are fmally treated, as well as the comprehension of their working mechanisms. Besides, means to better comprehension of this political phase of Rondonia state, are analyzed, not only in the way it is told, but the way it is told by the ones who took part in it, the way it is done, being done in this or that way
Subject: Democracia
Ditadura e ditadores - Brasil
Análise do discurso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Borges_MariaCristinaRamos_M.pdf3.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.