Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/268895
Type: TESE
Title: O imaginario da criança no discurso jornalistico : uma analise da Revista Veja Kid+
Author: Moraes, Erika de
Advisor: Possenti, Sírio, 1947-
Abstract: Resumo: O presente estudo faz uma análise lingüístico-discursiva de uma publicação voltada para crianças, a revista Veja Kid+, a partir de um ponto de vista fundamentado nos pressupostos teóricos e metodológicos da Análise do Discurso Francesa (AD). Objetiva-se investigar como a figura da criança é construída em uma publicação jornalística dirigida ao público infantil e quais os recursos lingüístico-discursivos utilizados para esse fim. Buscase a resposta na análise da linguagem, dos temas veiculados, investigando os diversos mecanismos de construção da imagem de criança que a revista projeta. Considera-se o discurso tal como concebido por Maingueneau (1984), a partir de Foucault: "uma dispersão de textos cujo modo de inscrição histórica permite defini-lo como um espaço de regularidades enunciativas". Em outras palavras, situar-se historicamente num lugar permite dizer certas coisas e não dizer outras, já que as regras impõem restrições ao dizer. As análises permitem que se confirme a seguinte hipótese: a revista Veja Kid+, embora apresente-se de um modo aparentemente inovador, conserva, na verdade, uma visão redutora de criança, no sentido de pressupor capacidade intelectual limitada do público a que se destina. Tal hipótese pode ser comprovada pela "simplificação" da linguagem, na própria forma material do texto, e pelo caráter redutor do tratamento dado aos temas abordados, cujo(s) discurso(s) perpetua(m) pontos de vista culturalmente estabelecidos e ideologias vigentes, apesar da existência de alguns avanços sociais. Exemplos de frases elaboradas por crianças e publicadas em seções de participação de leitores mostram que, provavelmente, a revista poderia apostar mais alto no uso que faz da linguagem. Os sujeitos-leitores-crianças são capazes de fazer certos jogos com a linguagem e com as significações possíveis. A análise das "vozes sociais" presentes no(s) discurso(s) da revista Veja Kid+ possibilita perceber uma visão de criança, socialmente construída, ainda preponderante na sociedade dos dias atuais. Realizamos o trabalho de reconstituição dessa imagem com base na análise da linguagem e dos "processos discursivos/ideológicos" desenvolvidos sobre a base lingüística (cf Courtine: 1981). Procuramos descobrir a relação (ou o conflito) entre imagens heterogêneas: a visão de criança a partir do ideal de consumo; a partir de seus supostos interesses; a partir da linguagem

Abstract: This work presents a linguistic and discursive analysis of a magazine for children, the magazine Veja Kid+, based on a point of view grounded on the theoretical and methodological precepts ofthe French Analysis of the Discourse (AD). The main objective is to investigate how the figure of the child is constructed in a magazine whose target is children, and the linguistic and discursive resources used by the publishers for this end. We seek the answer for these questions in the analysis of the language, the themes approached, investigating the several mechanisms of the construction of the image of the child. Discourse is considered as conceived by Maingueneau (1984), based on Foucault: "a dispersion of texts whose historic inscription mode allows to define as a space of enunciative regularities". In other words, to situate historically in a discursive place allows one to saying some things and not saying others because the rules impose restrictions to the act of saying. Preliminary analyses allowed us to put forward the following hypothesis: even though the magazine Veja Kid+ presents itself as innovative, it actually maintains a reduced view of the child because it assumes the limited intellectual ability of the public that it is written for. It is possible to prove this hypothesis by the simplified language used, by the very material form of the text, and by the reductive aspect of the treatment given to the subjects approached, whose discourses perpetuate culturally established point of views and current ideologies in spite ofthe existence of some social progress. Examples of phrases written by children and published in the sections of readers participation show that, probably, the magazine could believe more in the use of language. Infant subject-readers are able to wordplay with the language and its possible meanings. The analysis of the "social voices" seen in the discourses of the magazine Veja Kid+ makes possible to realize a socially constructed view of the child that is still prevalent in society nowadays. We performed the work of reconstitution of this image based on the analysis of the language and the discursive and ideological processes developed over the linguistic basis (cf Courtine: 1981). We sought the relation (or the conflict) between heterogeneous images: the view of the child from the ideal of consumption; from his/her supposed interests, from language
Subject: Análise do discurso
Crianças
Imprensa - Poços de Caldas (MG) - História
Imaginário
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Moraes_Erikade_M.pdf5.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.