Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/268891
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientador: Sirio Possentipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagempt_BR
dc.format.extent147f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleCliches em redações do vestibular : estrategia discursivapt_BR
dc.contributor.authorAmaral, Nair Ferreira Gurgel dopt_BR
dc.contributor.advisorPossenti, Sírio, 1947-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Estudos da Linguagempt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Linguísticapt_BR
dc.subjectRedaçãopt_BR
dc.subjectVestibularespt_BR
dc.subjectAnálise do discursopt_BR
dc.description.abstractResumos: O presente trabalho tem como corpus as Redações do Vestibular/92, da Universidade Federal de Rondônia - UNIR. A análise principal recai sobre um corpus específico: as redações que optaram pelo tema "A violência deve ser combatida com violência?, por encontrar nelas número significativo do objeto de estudo: clichês em redações do vestibular. O uso dos clichês é abordado tendo como referência a corrente francesa da Análise do Discurso, através do estudo das Condições de Produção e do jogo de imagens de Pêcheux (1969) e da teoria da heterogeneidade que institui a existência da polifonia como marca característica dos discursos a partir de Faucault, Bakhtin e Lacan. O objetivo maior da pesquisa é encontrar causas que expliquem a opção feita pelo vestibulando e justificar o uso do 'já dito' como estratégia discursiva. Apoiada nos conceitos de Bakhtin (1929) sobre as categorias da ideologia do cotidiano, nos estudos de Maingueneau (1987) sobre a heterogeneidade mostrada, nos trabalhos de Jolles (1930), Reboul (1975) e Schneider (1990) sobre as formas simples e o uso dos lugares comuns, foi possível concluir que o uso de clichês deve-se a estratégias utilizadas pelo vestibulando de acordo com as imagens (veiculadas pela escola) que ele faz de seu interlocutor e do texto em si enquanto instrumento discursivo numa instância específica. Ao se apropriar do discurso do Outro, como instrumento de argumentação, o sujeito não deixa de garantir sua individualidade. O fato de recorrer a um discurso de autoridade, além de tomar seu próprio discurso irrefutável, demonstra sua não passividade. As contribuições deste estudo visam sobretudo a sugestões de alteração no ensino de primeiro e segundo graus, especialmente aos professores de Língua Portuguesa e às propostas de temas para o Vestibular, explicitando critérios que façam do vestibulando um sujeito ativo e estimule a produção de textos polifônicospt
dc.description.abstractAbstract: This work has as a corpus the compositions from the University Entrance Exam / 92, from the University of Rondonia - UNIR. The main analysis is about a great number of clichés found in the theme chosen for the University Entrance Exam compositions, "Violence should be combatted with violence". The use of clichés is covered, having as reference the French School of Speech Analysis; through the study of production conditions and the images game of Pêcheux (1969) and the theory of heterogeneity that establishes the existence of polyfony as a main feature for the speeches since Faucault, Bakhtin and Lacan. The main objective of this research is to find the causes that explain the choice made by students and justify the use of clichés as a strategy of discourse. Based on Bakhtin ideas (1929) about the categories of common ideology, in Maingueneau studies (1987) about the heterogeneity showed, on Jolles works (1930), Reboul (1975) and Schneider (1990) about simple ways and the use of simple places, it was possible to conclude that the use of clichés is due to the strategies used by students coming from the images (acquired at school) that he has of his audience and the text itself as an instrument of discourse in a specific circumstance. On acquiring the discourse of others as an instrument for arguement, one does not guarantee one's own individuality. The fact of relying on one's own discourse with authority, besides making one's own discourse irrefutable, demonstrates that one is not passive. The contributions of this study are above all suggestions of alteration of primary and secondary school education, especially to the Portuguese Languages teachers and the proposed themes for the University Entrance Exam, in order to stimulate the production of poliphonic textsen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1996pt_BR
dc.identifier.citationAMARAL, Nair Ferreira Gurgel do. Cliches em redações do vestibular: estrategia discursiva. 1996. 147f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/268891>. Acesso em: 21 jul. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreenameMestre em Linguísticapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameGeraldi, João Wandeleypt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameRomualdo, Jonas de Araújopt_BR
dc.date.defense1996-09-06T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-07-21T14:16:26Z-
dc.date.accessioned2018-07-21T14:16:26Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-07-21T14:16:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Amaral_NairFerreiraGurgeldo_M.pdf: 32540120 bytes, checksum: 0ad273e1637729adb278b912d489051d (MD5) Previous issue date: 1996en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/268891-
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Amaral_NairFerreiraGurgeldo_M.pdf31.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.