Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/267646
Type: TESE
Title: Biossorção de cromo(III) pela biomassa da alga marinha Sargassum sp
Author: Cossich, Eneida Sala
Advisor: Ravagnani, Teresa Massako Kakuta, 1957-
Abstract: Resumo: O cromo, principal agente utilizado no curtimento do couro, quando liberado em corpos receptores é uma fonte responsável pela degradação do ambiente. Tradicionalmente, a retirada do cromo dos efluentes de curtumes é feita por meio de precipitação. Entretanto, este método não é capaz de reduzir o teor de cromo aos níveis exigidos pela legislação ambiental. A biossorção, processo no qual sólidos de origem natural ou seus derivados são usados na retenção de metais, apresenta-se como um método alternativo ao tratamento de efluentes de curtumes, pois pode aliar baixo custo com grandes capacidades de retenção de metais. Assim, este trabalho teve por objetivo estudar o processo de biossorção do cromo pela biomassa da alga marinha Sargassum sp., presente em grande quantidade em toda a costa brasileira. Os ensaios foram realizados com a biomassa inteira e particulada, in natura e submetida a tratamentos que modificavam sua forma iônica. Para a simulação do efluente gerado em curtumes foram utilizadas soluções de cromo, preparadas a partir do sal sulfato de cromo e potássio.O tempo necessário para que o equilíbrio entre as fases fosse atingido, e a influência do tamanho e forma iônica da partícula biossorvente, pH e temperatura sobre o processo de biossorção foram determinados em sistema batelada. Os resultados obtidos mostraram que: o pH exerceu um papel importante no processo de biossorção, sendo que a maior capacidade de biossorção foi alcançada em pH 4; o tamanho da partícula biossorvente não influenciou a taxa nem a capacidade de biossorção; a biomassa protonada teve sua capacidade de biossorção reduzida em cerca de 35%, quando comparada com a biomassa in natura; os dados de equilíbrio podem ser representados por uma isoterma de Langmuir com qmáx = 55,4 mg/L e b = 0,15 L/mg.A grande influência do pH, bem como a liberação de íons cálcio e magnésio durante o processo de biossorção do cromo, indicaram que a troca iônica atuou como um mecanismo importante neste sistema.Um modelo matemático foi desenvolvido para representar a dinâmica de biossorção do cromo em uma coluna de leito fixo. O modelo proposto representou adequadamente as curvas de ruptura obtidas experimentalmente

Abstract: Chromium is the most used substance in tanning process for leather production. It is also present in a lot of different types of industrial wastes, being responsible for environmental degradation. Traditionally, the chromium removal from tannery effluents is made by precipitation. However, this method is not able to reduce the chromium concentration to a low levels as required by environmentallegislation. Biosorption process, in which natural origin solids or their derivatives are employed for heavy metaIs uptake, is a promising altemative method to treat tannery effluents, main1y because it joins low cost process with great metal uptake capacity. In this work the chromium biosorption process by Sargassum sp. Seaweed biomass, which is present in abundance on Brazilian coast, has been studied.The Sargassum sp. seaweed has been utilized in natural size and particulate form, in natura and submitted to salt or acid solution treatment to change its ionic formo Chromium solutions were prepared from chromium(III) potassium sulfate salt.The work inc1uded the determination of chromium-biomass equilibrium data in batch system. These studies were carried out in order to determine the operation parameters such as the contact time required for sorbent partic1es to reach equilibrium with metal solution, and also the effects of size and ionic form, pH and temperature on chromium uptake.The results showed that the pH has an important role on chromium biosorption capacity. The biosorbent size did not influence chromium biosorption rate and uptake capacity, but the hydrochloric acid treated biomass strongly affected the biosorption capacity.The strong pH dependence of metal uptake, as calcium and magnesium release during the biosorption process, showed that the ion exchange is an important mechanism in this system.Experimental breakthrough curves were also obtained utilizing continuous system in a fixed-bed column. A mode1 has been proposed to describe the dynamics of chromium biosorption in this column. The model proposed fitted very well the results obtained in continous system
Subject: Bioacumulação
Alga marinha
Cromo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FEQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cossich_EneidaSala_D.pdf4.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.