Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/267381
Type: TESE
Title: Estudo e desenvolvimento de compositos de polietileno de baixa intensidade (PEBD) com amido, parcialmente degradaveis no meio ambiente
Author: Almeida , Gustavo Spina Gaudencio de
Advisor: Mei, Lúcia Helena Innocentini, 1953-
Abstract: Resumo: O crescente aumento da deposição de lixo plástico, sobre a superfície terrestre, tem levado renomados pesquisadores mundiais a desenvolverem novos produtos e métodos para preservar o meio ambiente sem prejuízo da crescente demanda destes materiais. Dentre algumas boas alternativas, como incineração, reciclagem e pirólise, a produção de polímeros ambientalmente degradáveis (EDP?s) a partir de fontes renováveis é uma delas, com destaque para o amido, um dos melhores devido a sua fácil obtenção e baixo custo. Porém possui pobres propriedades mecânicas para sua aplicação pura. Por outro lado, o PEBD, um dos polímeros sintéticos mais usados no mundo, não se degradada por várias décadas na natureza, mas destaca-se pela fácil obtenção e baixo custo. Assim a adição do amido ao PEBD constitui-se em uma alternativa viável de se induzir a biodegradação do último. As amostras de PEBD/Amido foram processadas em extrusora mono rosca, em três proporções diferentes, e usadas para obter corpos de prova para os ensaios de tração e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Após as caracterizações mecânicas, morfológicas e térmicas, decidiu-se observar a degradação ambiental através do enterro das amostras em solo de acordo com as normas ASTM. Os resultados indicaram que o acréscimo de amido à matriz olefínica causou diminuição das propriedades mecânicas dos produtos, quando comparados ao PEBD puro, bem como as amostras de PEBD/Amido natural apresentaram menor resistência mecânica frente às amostras de PEBD/Amido acetilado. Em relação à biodegradação, até 5 meses após o enterro das amostras não houve nenhuma alteração significativa

Abstract: The large amount of plastic waste in the environment has stimulated several important researchers to develop new products and processes that preserve the environment without blocking the growing consumption of these materials. Among several good alternatives as incineration, recycling and pyrolysis, the production of environmentally degradable polymers (EDPs) from renewable sources is one of them. From these, starch is one of the best alternatives due its easy acquisition and low cost. However, it presents very poor mechanical properties to be used like it is. On the other hand, Low Density Polyethylene (LDPE) does not degrade in the environment for several decades, in spite of its low cost and easy acquisition. This way, the addition of starch in the LDPE induces biodegradation in the products. The samples of LDPE/Starch were processed in a single screw extruder in three different proportions; afterwards they were used to prepare the tensile specimens and the scanning electron microscopy (SEM) samples. Beside the mechanical, thermal and morphological tests, were decided to observe the environmental degradation by buring samples in the soil according to the ASTM norms. The results have indicated that the addition of starch in the LDPE was responsible for the decreasing of mechanical properties when compared to the pure LDPE, and samples of LDPE/natural Starch presented lower mechanical resistance when compared to the samples of LDPE/ Acetylated Starch. Regarding to the biodegradation assays, we could see that up to five months after the burial of the samples in the soil, there was no significant alteration in them
Subject: Polietileno
Amido
Biodegradação
Compósitos poliméricos
Polímeros
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FEQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_GustavoSpinaGaudenciode_D.pdf6.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.