Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/26705
Type: Artigo de periódico
Title: Influência da escala na análise morfométrica de microbacias hidrográficas
Title Alternative: Scale influence in morphometric analysis of the watersheds
Author: Zanata, Marcelo
Pissarra, Teresa C. T
Arraes, Christiano L
Rodrigues, Flavia M
Campos, Sérgio
Abstract: In order to verify the different scales in physical analysis of watersheds, the geomorphic quantitative analysis was done to distinguish homogeneous areas within this land unit. The variables studied were the dimensions, drainage pattern and relief characteristics. The study area is the watershed of the Córrego da Cachoeira, São Paulo State, Brazil. The cartographic scale 1:50000 (IBGE) and 1:10000 (IGC) were used to delineate the drainage network and study the morphometric characteristics. The watershed is characterized as an exoreic, fluvial drainage with consequent streams and drainage pattern. The values of the drainage density, frequency of rivers and the ratio of bifurcation are considered low, indicating the formation of the soil on permeable rock. The low values suggested a watershed with relatively mild relief. The detail of the cartography mapping analysed with field study data showed higher values of hydrological compartments and length of the drainage network, reflecting changes in the results obtained on the physical variables analysed.
No intuito de verificar a influência da escala na análise física de bacias hidrográficas utilizou-se o método da análise morfométrica visando aos dados quantitativos e, com isto, diferenciar áreas homogêneas dentro desta unidade territorial. Entre as variáveis estudadas estão as dimensionais, as do padrão de drenagem e as do relevo. A área de estudo é a microbacia hidrográfica do Córrego da Cachoeira. As bases cartográficas na escala 1:50000 (IBGE) e 1:10000 (IGC) foram utilizadas para a hierarquização da rede de drenagem e para a análise morfométrica. A microbacia se caracteriza por se tratar de uma drenagem fluvial exorreica, com rios consequentes e drenagem dendrítica. O baixo valor do fator de forma indica uma bacia mais alongada e com menor risco de enchentes sazonais. Os valores de densidade de drenagem, frequência de rios e razão de bifurcação, são considerados baixos e indicam a formação de solo sobre rocha permeável. Os baixos valores para a razão de relevo e a razão de relevo relativo, sugerem uma microbacia com relevo relativamente suave. O detalhamento da cartografia com a referência terrestre revelou maior número de compartimentos hidrológicos e aumentou o comprimento da rede de drenagem refletindo, assim, em alterações sutis nos resultados obtidos para as variáveis físicas analisadas.
Subject: morfometria
padrão de drenagem
cartografia oficial
morphometry
drainage pattern
official mapping
Editor: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1415-43662011001000009
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662011001000009
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662011001000009
Date Issue: 1-Oct-2011
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1415-43662011001000009.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.