Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/26698
Type: Artigo de periódico
Title: Spatial variability of soil attributes and sugarcane yield in relation to topographic location
Title Alternative: Variabilidade espacial de atributos do solo e produtividade da cultura de cana-de-açúcar em relação a localização topográfica
Author: Souza, Zigomar M. de
Cerri, Domingos G. P.
Magalhães, Paulo S. G.
Siqueira, Diego S.
Abstract: Soils submitted to the same management system in places with little variation of landscape, manifest differentiated spatial variability of their attributes and crop yield. The aim of this work was to investigate the correlation between spatial variability of the soil attributes and sugarcane yield as a result of soil topography. To achieve this objective, a test area of 42 ha located at the São João Sugar Mill, in Araras, in the State of São Paulo, Brazil, was selected. Sugarcane yield was measured with a yield monitor fitted in a sugarcane harvester and GPS signal. A total of 170 soil samples were taken at regular 50 m grid, at a depth of 0 - 0.2 m. The area under study was divided into two sites based on topography. The following soil attributes were analysed: organic matter (OM) content, exchangeable potassium (K), calcium (Ca) and magnesium (Mg), their base saturation percentage (%BS), cation exchange capacity (CEC), pH, clay, silt, total sand and density. The use of landscape and geostatistics enable defining areas with different spatial variability in soil attributes and crop yield, providing the visualization and definition of homogeneous management zones. The largest spatial variability of soil attributes and sugarcane yield was in the lowest part of the field.
Solos submetidos ao mesmo sistema de manejo em locais com pequena variação de relevo manifestam variabilidade espacial diferenciada de atributos do solo e das plantas. Objetivou-se com este trabalho estudar a correlação entre a variabilidade espacial de atributos físicos e químicos do solo com a produtividade da cana-de-açúcar em duas posições do relevo, de acordo com a topografia da área. O estudo foi realizado no município de Araras, SP, em uma área de 42 ha, pertencente à Usina São João. Para o mapeamento da produtividade da cultura da cana-de-açúcar utilizou-se um monitor de produtividade acoplado à colhedora e ao sinal de GPS. Coletaram-se 170 amostras do solo, em uma malha regular de 50 m entre pontos, na profundidade de 0,0 - 0,2 m. O talhão de estudo foi dividido em duas áreas menores, segundo a topografia. Os atributos do solo avaliados foram: teor de matéria orgânica (MO), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg), saturação por bases (V%), capacidade de troca catiônica (CTC), pH, argila, silte, areia total e densidade. O uso do relevo e da geoestatística possibilitou definir áreas com diferentes variabilidades espaciais para atributos do solo e produtividade da cultura de cana-de-açúcar, proporcionando a visualização e definição de zonas homogêneas de manejo de acordo com o relevo. A maior variabilidade espacial de atributos do solo e a produtividade da cultura de cana-de-açúcar ocorreram na parte mais baixa do talhão.
Subject: Saccharum sp
geoestatística
semivariograma
curvatura
agricultura de precisão
Saccharum sp
geostatistics
semivariogram
curvature
precision agriculture
Editor: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1415-43662010001200001
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662010001200001
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662010001200001
Date Issue: 1-Dec-2010
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1415-43662010001200001.pdf386.57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.