Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/26642
Type: Artigo de periódico
Title: Estudo anatômico do nervo isquiático em cadáveres: determinação de parâmetros de segurança para a via de acesso póstero-lateral do quadril
Title Alternative: Establishment of safety parameters for hip posterolateral access to cadavers' ischiatic nerve: an anatomical study
Author: Auletta, Leandro Luis
Manoel, Bárbara de Oliveira
Mongon, Maurício Leal Dias
Caron, Mauro Duarte
Abstract: Orthopaedic doctors' preference for the posterolateral access of the hip demands further attention and improvement of the surgical technique in order to reduce per- and postoperative complications rates, especially the iatrogenic ones. Although neurological deficit post hip arthroplasty is an uncommon complication (about 1% of the cases), almost 80% of these cases are correlated to the ischiatic nerve or to one of its divisions. The objective of this study was to establish safety parameters for the posterolateral access of the hip, aiming to reduce the incidence rate of iatrogenic injuries of the ischiatic, tibial or fibular nerves, since this subject has not been addressed by literature so far. Twenty human cadavers' hips were studied and the shortest distance between the lateral end of the ischiatic nerve and the insertion of the quadratus muscle of the thigh was 2 mm (measured over this muscle's proximal edge). The establishment of such parameters provides orthopaedic surgeons with more confidence to go posterior and distally through the posterolateral access, but does not minimizes the level of care required to dissection and the importance of using a fine surgical technique.
A preferência dos ortopedistas pela via de acesso póstero-lateral do quadril demanda maior atenção e refinamento da técnica cirúrgica, a fim de diminuir complicações intra e pós-operatórias, principalmente iatrogênicas. Embora o déficit neurológico pós artroplastia de quadril seja uma complicação incomum (cerca de 1%), quase 80% desses casos relacionam-se ao nervo isquiático ou a uma de suas divisões. O objetivo desse estudo foi determinar parâmetros de segurança para a via de acesso póstero-lateral do quadril, visando diminuir a incidência de lesão iatrogênica dos nervos isquiático, tibial ou fibular, uma vez que tal assunto ainda não foi abordado pela literatura. Vinte quadris de cadáveres humanos foram estudados e a menor distância entre o limite lateral do n. isquiático e a inserção do m. piriforme foi 27 mm (aferida sob a margem distal desse músculo), bem como a mínima distância entre o limite lateral do n. isquiático e a inserção femoral do m. quadrado da coxa foi 20mm (aferida sobre a margem proximal desse músculo). A determinação desses parâmetros deixa o ortopedista mais seguro para avançar posterior e distalmente pela via de acesso póstero-lateral, mas não minimiza o cuidado com a dissecção e a importância do emprego de técnica cirúrgica apurada.
Subject: Anatomia
Quadril
Nervo ciático
Anatomy
Hip
Sciatic nerve
Editor: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S1413-78522008000400008
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522008000400008
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-78522008000400008
Date Issue: 1-Jan-2008
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S1413-78522008000400008.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.