Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/265770
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Aplicação de polipropileno com 35% de fibra de vidro (PP GF35) em substituição à poliamida com 35% de fibra de vidro (PA6 GF35) na fabricação de coletores de admissão em motores de 03 cilindros Bi-combustível
Title Alternative: Application of polypropylene with 35% of glass fiber (PP GF35) in order to substitute the polyamide with 35% of glass fiber (PA6 GF35) in the intake manifold in downsizing engine flex fuel of three cylinders
Author: Corredori, Paulo César, 1966-
Advisor: Zavaglia, Cecília Amélia de Carvalho, 1954-
Abstract: Resumo: Este mundo que vivemos está se tornando extremamente competitivo dia após dia, a apenas cinquenta anos, os motores ciclo Otto permaneciam quase os mesmos quando foram inventados pelo engenheiro alemão Nikolaus August Otto no final do século 19. Foi somente no final da década de 1970 que os antigos motores começaram a ganhar apelos tecnológicos, como injeção eletrônica, ignição eletrônica, controle de emissões e gás carbônico, etc., com isso, todas as montadoras começaram a buscar soluções que fizessem do seu veículo, o melhor ou o mais econômico e menos poluente. Face às novas exigências governamentais ao redor do mundo, todas as montadoras e autopeças estão trabalhando incansavelmente na busca de várias soluções, soluções estas que vão desde a diminuição de emissões evaporativas, redução do consumo de combustível, seja em função de um motor mais econômico quanto a melhorias de aerodinâmica, que resulta em menor fenômeno de arraste e consequente economia de combustível. Sabe-se também que redução de peso impacta diretamente na redução do fenômeno de arraste, portanto, gera um menor consumo de combustível, por isso, estamos vendo o crescente interesse das indústrias automotivas em substituir as antigas e atuais peças em metal que são normalmente pesadas, para peças extremamente mais leves em plásticos de engenharia e com alta resistência térmica, mecânica, etc., e quem nem por isso não mantenham a mesma qualidade funcional das peças em metal. Plásticos de engenharia como a Poliamida 6 com 35% de fibra de vidro (PA6 GF35), já estão sendo aplicados no mercado automotivo a pelo menos quase 20 anos, pois os primeiros coletores de admissão e filtro de ar em plástico nasceram utilizando esta matéria prima, hoje em dia, nesta busca por redução de peso e consequentemente preço, um material plástico chamado Polipropileno com 35% de fibra de vidro (PP GF35), que até não muito tempo atrás era de segunda linha, passa a ser de suma importância para alcançar objetivos que técnicos e monetários que até outro dia, somente era possível com a Poliamida 6 com 35% de fibra de vidro (PA6 GF35). Hoje em dia o polipropileno é um polímero de destaque no setor automotivo, pois ele se destaca pela alta resistência química e solvente, boa estabilidade dimensional, flexibilidade, durabilidade, excelente balanço entre impacto e rigidez. Sendo assim, uma matéria prima que era utilizada na fabricação de fios de tecelagem, embalagens flexíveis, brinquedos, copos plásticos, corpo de eletrodomésticos, está sendo usado em peças de alto valor agregado, alto e com tal desempenho técnico como um coletor de admissão e em quase todas as peças de acabamento interno e externo da maioria das empresas automotiva do Brasil e do mundo

Abstract: Due to strong competition among automotive companies around the world, and also by the incessant search in order to reduce weights in vehicles, reducing fuel consumption and therefore reduce carbonic gas emissions, the automakers are working on several fronts in order to reach the targets already defined through the government¿s laws. Given these several requests, the automotive parts industries, together with the raw materials industry, are working to achieve these goals. Thus, reductions in power cell consequently the numbers of cylinders in the engines are already a reality, for example three cylinders engines are replacing the four cylinder engines, and the most important comment, and they are keeping the same driving force. In addition, we are working so hard in order to replace the current Intake Manifold in Polyamide 6 with 35% glass fiber (PA6 GF35), for Polypropylene with 35% glass fiber (PP GF35), so is being reduced around 15% of weight, changing only the raw material. Polypropylene (PP), who was a second-line raw material in the past at the automotive world, becomes to move of other excellent quality of baseline of importance, as well, as reducing the weight of the piece, how it reduces the price piece value, as also the polypropylene is cheaper around of 15% more than the polyamide 6. This new polypropylene for Intake Manifold needs to be heat stabilizer, but needs not to be flame retardant. Many characteristics had been considered very important in the decision matrix in order to reach a good polymer, as well, mechanical resistance to the tensile and impact, density, water absorption, thermal resistance, chemical resistance regarding fuel, injection process and the availability of mass production. Only twenty years ago, all engines Cycle Otto were manufactured, using Intake Manifold in aluminum material, due to the aluminum caused a chemical reaction in physical contact with the alcohol, it was invented the Intake Manifold in Polyamide 6. Today all the automotive world uses Intake Manifold in Polyamide 6 for Cycle Otto application, but due to the excellent results using the polypropylene raw material, all automakers are moving to this new raw material, which in a not so distant past, was regarded as the second line in the automotive industry
Subject: Polipropileno
Poliamida-6
Etanol
Polímeros
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Corredori_PauloCesar_M.pdf3.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.