Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/265769
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Análise e comparação de resultados de dois métodos de estimativas de pressão de poros quando aplicados a dois campos brasileiros de águas profundas
Title Alternative: Analysis and results comparison of two pore presure estimation methods when applied at two deep water brazilian fields
Author: Correia, Catarina de Barros, 1978-
Advisor: Schiozer, Denis José, 1963-
Abstract: Resumo: Para estimar a pressão de poros, é necessário entender os mecanismos pelos quais ela foi gerada. Dentre aqueles capazes de gerar alta pressão de poros (sobrepressão), um tem sido apontado na literatura como o mais comum, a subcompactação, entretanto, outros mecanismos, como aqueles causadores de descarregamento, podem atuar. A não identificação da sobrepressão ou a desconsideração dos efeitos causados pelos mecanismos atuantes podem resultar em erros significativos ao estimar a pressão de poros antes da perfuração. A consequência (pressão real maior que a pressão de poros estimada) pode revelar, na prática, estreitamento da janela operacional durante a perfuração, deteriorando a segurança por levar a complicadores como instabilidade das paredes do poço, kicks, perdas de circulação, dano aos revestimentos etc. Este trabalho propõe a análise crítica e aplicação de dois métodos de estimativas de pressão de poros, Eaton (1975) e Bowers (1995), discutindo suas principais premissas, vantagens e limitações, levando em conta uma sistemática de trabalho considerada compatível com o estado da arte usado em companhias de petróleo internacionais. O primeiro se baseia na ocorrência de subcompactação de formações argilosas, sua utilização é consagrada pela indústria de petróleo e suas equações são as mais utilizadas em simuladores comerciais. O segundo propõe um método gráfico para investigação da co-atuação de outros mecanismos geradores de sobrepressão. Os dois métodos foram avaliados pela estimativa de pressão de poros usando a velocidade intervalar da sísmica e perfis elétricos de poços de dois campos de petróleo em águas profundas da Bacia de Sergipe ¿ Alagoas, com foco no Cretáceo Superior da Formação Calumbi. Os resultados gerados foram analisados e comparados com os dados de pressão medida, sobretudo no Maastrichtiano e no Campaniano, mostrando, em geral, correlação muito boa ou boa nessas idades geológicas, dentro dos parâmetros de qualidade estabelecidos. Foi demonstrado, entretanto, que o Método de Eaton (aplicado, previamente, para entender o comportamento das pressões nos campos), mesmo face às limitações envolvidas, é mais simples, fácil de aplicar e de calibrar e menos dependente de medidas pontuais de perfis de leitura de porosidade para geração de curvas de pressão de poros que o Método de Bowers. Este último se mostrou instável, com exigências de aplicação e dependente de parâmetros que não tornam seu uso tão amplo, fácil e simples de interpretar quanto o de Eaton, mesmo em áreas não exploratórias

Abstract: An understanding of pressure generating mechanisms is necessary when predicting pore pressure, the mainstay of any well drilling project. Undercompaction of clay rich sediments is the most commonly cited mechanism. However, a number of others, such as those related to fluid expansion, have been proposed as capable of generating overpressures. Failure to identify or ignore the overpressure or the active mechanism may result in significant errors in pore pressure estimation. The consequence (real pressure higher than the estimated pressure) deteriorates the drilling safety, narrowing the drilling window and leading to well instability, kicks, mud losses, casing damages etc. This study proposes a critical analysis and the application of two methods for estimating pore pressure, that of Eaton (1975) and Bowers (1995), pointing the main assumptions, advantages and limitations, taking into account a systematic work considered compatible with the state of art used by international oil companies. The first one is based on the occurrence of only undercompaction, its use is established in the oil industry and its equations are the most used in commercial simulators. On the other hand, Bowers Method proposes a graphical analysis to account for other overpressure mechanisms besides undercompaction. In this study, the two methods were evaluated by pore pressure estimative using seismic velocity data and wells electric profiles from two deepwater oil fields in the Sergipe ¿ Alagoas Basin (Brazil) within the Upper Cretaceous Calumbi Formation. The results of both methods were analyzed and compared with pressure data measurements in reservoirs of Campanian and Maastrichtian ages, shown in general, very good or good correlation within the quality parameters set. Eaton¿s Method was used previously to understand the fields¿ pressure behavior of the two fields. It was demonstrated that, despite Eaton¿s apparent limitation, it is simpler, easier to apply and calibrate and less dependent on specific porosity logging measurements than Bowers¿ Method. The latter one was considered unstable, with its application dependent on parameters that do not make it as widely or simple to use and interpret as Eaton¿s method, even in oil fields in their development phases
Subject: Alta pressão
Estimativas
Métodos
Editor: [s.n.]
Citation: CORREIA, Catarina de Barros. Análise e comparação de resultados de dois métodos de estimativas de pressão de poros quando aplicados a dois campos brasileiros de águas profundas. 2015. 250 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecânica e Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/265769>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Correia_CatarinadeBarros_M.pdf38.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.