Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/265762
Type: TESE
Title: Uma contribuição ao estudo de vibração no fresamento em alta velocidade de corte do aço D6
Title Alternative: A contribution to the study of vibration in high speed milling of steel D6
Author: Castanhera, Isabela da Costa, 1990-
Advisor: Diniz, Anselmo Eduardo, 1959-
Abstract: Resumo: Na década de 1970, o fresamento de materiais, sobretudo aços, endurecidos a mais de 45 HRC era desaconselhado, visto que a usinabilidade de aços tende a diminuir com o aumento de dureza. Com investimentos em máquinas-ferramenta e materiais de ferramenta, o fresamento de aços endurecidos tornou-se aconselhável, tanto para formas geométricas mais simples quanto para formas geométricas complexas, pois os centros de usinagem alcançam maiores rotações e eixos de posicionamento e usinagem. Para tanto, toda a estrutura destas máquinas-ferramentas é reforçada. As ferramentas apresentam materiais mais nobres e coberturas mais resistentes e tenazes. O fresamento do tipo high speed machining é utilizado principalmente para a usinagem de moldes e matrizes, tanto para abertura das cavidades, quanto para usinagem em acabamento fino, substituindo, quando possível, o processo de eletroerosão. Para a usinagem de uma superfície curva de aço ferramenta para trabalho a frio AISI D6, as estratégias de trajetória de ferramenta escolhidas podem afetar de modo significativo o acabamento da peça e a vida de ferramenta alcançada, sendo a estratégia descendente, que trabalha com menores diâmetros efetivos de corte, a estratégia que proporcionou as melhores vidas de ferramenta. A inclinação de ferramenta, para que se evite o contato do centro da fresa do tipo ball nose, pode apresentar grande influência no acabamento superficial, com rugosidade baixa ou rugosidade alta, sem garantia de que a simples inclinação da ferramenta apresenta contribuição positiva à rugosidade. A inclinação da ferramenta apresenta contribuição na forma de manifestação da vibração durante o corte. A vibração que resulta em diferentes forças com que cada dente corte o cavaco apresenta a maior influência na rugosidade

Abstract: In 1970 decade, milling harder than 45 HRC steels was inadvisable because of the low machinability. The investments in machining centers enabled the hardened steels milling for simple geometries or complex geometries workpieces, because the spindle speed and the extra axis for positioning and machining. The machine structure is enhanced. Tool materials are advanced, sub micrometric grain size cemented carbide and resistant tool coating. High speed machining is utilized principally in molds and dies machining for cavities opening or super finishing, reducing production time, costs reduction and EDM process substitution. In a tool steel AISI D6 hardened at 60 HRC curve surface milling, the chosen tool path strategy may affect surface finish and tool life. Downward cut, which works in lower effective diameters than upward cut, improved tool life. Tool inclination, utilized to avoid tool center in cut of tool type ball nose, may influence significantly the surface finish. Tool vibration influences surface finish because of tool bend, which promotes different cut force for each tool tooth. Tool inclination does not guarantee a good surface finish or a good vibration behavior. Tool inclination might change the manner the vibration presents itself. The vibration responsible by different cut forces in each tooth is the most influential vibration in roughness in presented cut
Subject: Fresamento
Usinagem
Vibração
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Castanhera_IsabeladaCosta_M.pdf4.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.