Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/264193
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Aspectos metalurgicos da usinabilidade do aço SAE 12L14 submetido a crescentes niveis de deformação a frio por trefilaçã
Author: Sanches Gonzales, Gilberto
Advisor: Sanches Gonzales, Gilberto
Cupini, Nivaldo Lemos
Abstract: Resumo: Os aços da família de usinabilidade melhorada, são produzidos com adição de elementos formadores de inclusões que interferem no mecanismo de formação do cavaco, agem na interface com a ferramenta diminuindo o desgaste, aumentando a vida e permitindo o uso de maiores velocidades de corte em operação e como consequência, promove o aumento da produtividade industrial. Da ponto-de-vista metalúrgico, os fatores mais importantes para que os ganhos de processo se consolidem são o controle da morfologia das microinclusões e o controle da microestrutura e da dureza do aço. O presente trabalho, procura avaliar o efeito do incremento de dureza, como consequência da aplicação de crescentes níveis de encruamento por trefilação em barras de aço SAE 12L14, com morfologia e distribuição de microinclusões em conformidade com os padrões propostos pela literatura. O SAE 12L14 é um aço com baixo teor de carbono (O,15X máximo) e adições de enxofre (O,25X), fósforo (O,050X) e chumbo (O,20X), todos com influência benéfica na usinabilidade. Foi o aço escolhido para o estudo, em função da difundida aplicação que o mesmo tem na indústria que trabalha com a produto seriada em máquinas automáticas, nas quais a matéria-prima básica, são barras trefiladas que garantem melhor precisão dimensional, menor sobremetal e isensão de carepa abrasiva na superficie. Não obedecer um limite para o nivel de encruamento aplicado no entanto, pode levar o material à uma condição inadequada à usinabilidade. O estabelecimento de um limite de deformação a frio sem detrimento da usinabilidade do aço SAE 12L14, foi o objetivo maior deste trabalho. Para estudo da usinabilidade, desenvolveu-se o ensaio de torneamento cilindrico com velocidade de corte continuamente acelerada, adequado para ensaios de curta duração nas bitolas mais finas, onde o ,ensaio por faceamento não é realizável. Os resultados mostraram que qualquer grau de encruamento a partir de 10,6%, aplicado nas barras brutas de laminação, provocam a queda na vida da ferramenta. Este resultado foi atribuido ao aumento da dureza da microestrutura pela deformação a frio, bem como às alterações de morfologia e dureza verificadas nas microinclusões de sulfeto de manganês, que são também fatorés de influência no mecanismo de formação do cavaco. Conclue-se portanto que por razões de ordem mecânica de ajuste do processo, as barras de aço SAE 12L14 devem ser trefiladas no entanto, por razões metalúrgicas o melhor desempenho é obtido com o menor grau de encruamento no material

Abstract: Not informed.
Subject: Metais - Usinabilidade
Metalurgia
Materiais - Deformações
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1992
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
SanchesGonzales_Gilberto_M.pdf3.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.