Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/263895
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Morfologia de polimeros bioreabsorviveis como suporte para cultura de osteoblastos
Author: Barbantini, Samuel Hilsdorf
Advisor: Duek, Eliana Aparecida de Rezende, 1961-
Abstract: Resumo: A utilização de polímeros bioreabsorvíveis como suporte para cultura de células tem se destacado como alternativa para tratamento de lesões e perda de tecidos. O objetivo deste trabalho foi obter, caracterizar e avaliar a degradação in vitro de estruturas densas e porosas de poli(L-ácido lático) (PLLA) e poli(D,L-ácido lático-co-ácido glicólico) (PLGA)(50:50), preparadas pelo método da evaporação do solvente. Posteriormente os materiais foram utilizados como suporte para cultura de osteoblastos. Pelos resultados obtidos, as amostras de PLGA apresentaram degradação mais acentuada em relação às de PLLA. A comparação entre as estruturas densas e porosas confIrmam o efeito autocatalítico dos poli(a-hidróxi ácidos), no qual a degradação é mais acentuada nas estruturas densas devido à concentração dos produtos ácidos no interior do material. A morfologia das amostras de PLLA mostraram-se sem alterações em função do tempo de 8 semanas de degradação, sugerindo que podem ser utilizadas como suporte estrutural durante o período estudado. As amostras de PLGA alteraram signifIcativamente sua morfologia interna e de superfície, sendo as estruturas densas e porosas, morfologicamente semelhantes após 8 semanas de degradação in vitro. Os dados da cultura de células osteoblásticas mostrou baixa adesão celular para as amostras de PLLA e alta para as amostras de PLGA. O estudo da morfologia celular sobre a superfície dos materiais mostrou densidade e morfologia superior em membranas densas de PLLA. A seleção dos materiais para a Engenharia de Tecidos é dependente da aplicação, assim, como as estruturas de PLGA degradam rapidamente e permitem a adesão celular, podem ser indicadas para aplicações onde as lesões de tecido ósseo são pequenas, enquanto as estruturas de PLLA poderiam ser indicadas nos casos em que a lesão exigisse um material que degrade em um tempo longo, e servindo como suporte físico para as células e mecânico para o tecido

Abstract: The use of bioresorbable polymers as a support for the culture of cells in polymers has received special attention as an alternative for the treatment of lesions and the loss of tissue. The aim of this work was to obtain, to characterize and to evaluate the degradation in vitro of dense and porous structures of lactic poli(L-acid) (PLLA) and poli(D,L-acid lactic-co-acid glicólico) (PLGA)(50:50), prepared by casting process, for the later use as a support for the osteoblasts culture. The results showed that samples of PLGA presented a more accentuated degradation in relation to the one of PLLA. Comparing dense and porous structures, it was verified the auto catalytic effects of poly(a-hydroxy acids), in which the degradation is more accentuated in the dense structures due to the concentration of the acid products inside the material. The morphology of the samples of PLLA did not show any changes in function of the degradation time of 8 weeks, suggesting that the structures can be used as structural support during the studied period. On the other hand, samples of PLGA changed significantly its internal and surface morphology, being morphologically similar afier 8 weeks of in vitro degradation. Data of osteoblasts culture showed low cellular adhesion for the samples of PLLA and high for the samples of PLGA. The study of the morphology on the surface of the materiaIs showed high density and morphology in PLLA dense membranes. The selection of the materiaIs for the Tissue Engineering is dependent of the application. Due to a faster degradation of the PLGA structures as compared to PLLA, allowing the cellular adhesion, it can be indicated for applications where the lesions of bone tissue is small. While the structures of PLLA could be suitable in the cases where the lesion demanded a material to degrade in a long time serving as physical support for the cells and mechanical support for the tissue
Subject: Materiais biomédicos
Polímeros
Biodegradação
Células - Cultura e meios de cultura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: BARBANTINI, Samuel Hilsdorf. Morfologia de polimeros bioreabsorviveis como suporte para cultura de osteoblastos. 2001. 79f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/263895>. Acesso em: 31 jul. 2018.
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Barbantini_SamuelHilsdorf_M.pdf6.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.