Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/26382
Type: Artigo de periódico
Title: Formation and reversion of strain induced martensite on Fe-Cr-Ni alloys
Title Alternative: Formação e reversão da martensita em ligas ferro-cromo-níquel
Author: Brollo, Gabriela Lujan
Mei, Paulo Roberto
Abstract: Austenitic stainless steels represent a significant portion of the alloys used in the aeronautical, chemical, shipbuilding, food processing and biomechanical industries. They combine good mechanical properties with high corrosion resistance. When subjected to cold deformation, these steels exhibit a metastable phase called: strain induced martensite (ferromagnetic), whose formation increases mechanical strength and formability, allowing for a wide range of applications. Heated from room temperature, the strain induced martensite transforms to austenite (non-magnetic). It is easy to find information in literature about the strain induced martensite for 18Cr/8Ni austenitic steels, but there is no data for high nickel alloys like A286 (26Ni, 15Cr), Incoloy 800 (30-40 Ni, 21Cr) and Inconel (50Ni, 19Cr). Therefore, this study aimed to verify the formation of strain induced martensite after cold working in Fe-18Cr base alloys with the addition of up to 60 %Ni. The reversion of this phase to austenite after annealing up to 600 ºC was also studied. Optical microscopy, magnetic characterization tests, and x-ray diffraction were used to analyze the transformations.
Os aços inoxidáveis austeníticos são materiais de alto valor agregado, representando uma parcela importante das ligas usadas, principalmente, nas indústrias aeronáutica, química, naval, alimentícia e biomecânica. Apresentam boas propriedades mecânicas aliadas à elevada resistência à corrosão. Quando submetido à deformação a frio, esses aços exibem uma fase metaestável denominada martensita induzida por deformação (ferromagnética), cuja formação aumenta a resistência mecânica e conformabilidade, permitindo sua ampla gama de aplicações. Aquecida acima da temperatura ambiente, a martensita induzida por deformação se transforma em austenita. Existem dados na literatura sobre a formação da martensita induzida por deformação em aços austeníticos 18Cr/8Ni, mas não há essa informação em ligas de alto teor de níquel como A286 (26Ni, 15Cr), Incoloy 800 (30-40 Ni, 21Cr) e Inconel (50Ni, 19Cr). Portanto esse trabalho foi realizado para verificar a formação de martensita induzida por deformação, após o trabalho a frio de ligas Fe-18Cr base com adição de até 60% Ni. A reversão dessa fase para austenita, após recozimento até 600ºC, também foi estudada. Microscopia óptica, ensaios de caracterização magnética e difração de raios X foram usados para analisar as transformações.
Subject: Aços inoxidáveis austeníticos
ligas à base de níquel
martensita induzida por deformação
endurecimento por trabalho a frio
Austenitic stainless steel
nickel-based alloys
strain induced martensite
work hardening
Editor: Escola de Minas
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0370-44672013000200013
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0370-44672013000200013
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672013000200013
Date Issue: 1-Jun-2013
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0370-44672013000200013.pdf2.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.