Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/26374
Type: Artigo de periódico
Title: Influência da rugosidade na resistência à corrosão por pite em peças torneadas de aço inoxidável superaustenítico
Title Alternative: Influence of roughness on the pitting corrosion resistance of turned superaustenitic stainless steel
Author: Gravalos, Márcio Tadeu
Martins, Marcelo
Diniz, Anselmo Eduardo
Mei, Paulo Roberto
Abstract: Pitting corrosion resistance has been correlated to the morphological conditions of the surface: a smooth surface finishing decreases the potential for pitting. This study aimed at investigating the relationship between pitting corrosion resistance and surface roughness in the machined surfaces of superaustenitic stainless steel ASTM A744 grade CN3MN. The samples of the casting steel were cylindrically turned sunder different combinations of cutting conditions, producing different surface roughness patterns. The surfaces of the samples, as machined, were characterized by roughness and hardness. After the application of an accelerated immersion corrosion test, these surfaces were examined in a stereoscope and the weight loss by corrosion was also determined. It was revealed that the samples exhibited different corrosion resistance behaviors, according to the machining conditions applied. A correlation between pitting resistance corrosion and machined surface roughness was evident, and also, the weight loss due to the formation of pits. This study has identified that corrosion can be controlled through the selection of appropriate machining parameters.
A resistência à corrosão por pite tem sido correlacionada com as condições morfológicas da superfície: um acabamento superficial liso contribui para diminuir o potencial de iniciação de pites. Esse estudo teve por objetivo investigar a relação entre a resistência à corrosão por pite e a rugosidade em superfícies usinadas do aço inoxidável superaustenítico ASTM A744 grau CN3MN. As amostras fundidas sofreram um torneamento cilíndrico com diferentes combinações das condições de corte, resultando, assim, em diferentes padrões de rugosidade superficial. As superfícies das amostras, então usinadas, foram caracterizadas quanto à rugosidade e ao endurecimento. Após submetidas a um teste por imersão, que acelerava a corrosão, essas superfícies foram examinadas num esteroscópio, tendo sido, também, determinada a perda de peso devido à corrosão. Observou-se que as amostras exibiram diferentes comportamentos com relação à resistência à corrosão, de acordo com as condições de usinagem aplicadas. Uma correlação entre a resistência à corrosão e a rugosidade superficial ficou evidente, assim como à perda de peso devido à formação de pites. Esse estudo identificou que a corrosão pode ser controlada através da seleção dos parâmetros de usinagem apropriados.
Subject: Acabamento superficial
resistência à corrosão por pite
aço inoxidável superaustenítico
controle de corrosão
parâmetros de usinagem
torneamento
encruamento superficial
Surface finishing
pitting corrosion resistance
superaustenitic stainless steel
corrosion control
machining parameters
turning
surface work hardening
Editor: Escola de Minas
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0370-44672010000100013
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0370-44672010000100013
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0370-44672010000100013
Date Issue: 1-Mar-2010
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0370-44672010000100013.pdf428.83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.