Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/262934
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Fragilização da martensita revenida no aço SAE 5160H
Title Alternative: Tempered martenside embrittlement in SAE 5160H steel
Author: Marcomini, Jose Benedito
Advisor: Ferreira, Itamar, 1952-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como objetivo caracterizar e analisar o fenômeno da fragilização da martensita revenida no aço SAE 5160H, por meio de ensaios metalográficos, mecânicos, microscopia eletrônica de varredura e difratometria de raios-x. Corpos-de-prova do aço supracitado, laminado, foram austenitizados em duas temperaturas: 800ºC e 1050ºC, temperados em óleo a 80ºC, para obtenção de austenita retida e posteriormente, revenidos em 280ºC, 350ºC e 420ºC. Foram caracterizadas a microestrutura, as propriedades mecânicas e o micromecanismo de fratura em amostras nas condições laminado, temperado e temperado e revenido. Foi detectada a fragilização a 350ºC, temperatura na qual foi observada menor energia no ensaio de impacto, para ambas as temperaturas de austenitização, 800ºC e 1050ºC, em concordância com a literatura, porém com um micromecanismo de fratura misto: intergranular e alveolar, para a temperatura de austenitização de 1050ºC e micromecanismo intergranular para a temperatura de austenitização de 800ºC, como mostram as análises de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Foi estudada, também a decomposição da austenita retida por análise de difração de raios-x nas amostras, nas varias condições cujos resultados mostram concordância com o previsto na literatura. Foi feita a análise por espectro de energia dispersiva (EDS acoplado ao MEV), com o intuito de verificar a influência de elementos como S e P neste fenômeno, porém, não foi detectada a presença destes elementos na superfície de fratura, por este método. Foi observado que existe uma concorrência de mecanismos para a fragilização da martensita revenida no aço SAE 5160H e que o fenômeno apresenta-se com maior intensidade para temperatura de austenitização mais alta.

Abstract: The purpose of this work is the characterization and analysis of tempered martensite embrittlement phenomena in SAE 5160 steel using metallographic and mechanical tests, scanning electron microscopy and X-Ray diffraction. The rolled SAE 5160 H steel samples were austenitized in two temperatures: 800ºC and 1050ºC, quenched in oil at 80ºC, to obtain retained austenite and tempered in three different temperatures: 280ºC, 350ºC and 420ºC. Mechanical properties, microstructure and fracture mechanism were analyzed in samples in the conditions: as rolled, quenched and quenched and tempered. The 350ºC tempered martensite embrittlement was detected by impact tests according to the references with an intergranular and dimples fracture mechanism for surface fracture of samples austenitized at 1050ºC and intergranular fracture mechanism for fracture surface of samples austenitized at 800ºC, as showed by scanning electron microscopy (SEM) analysis. The retained austenite decomposition was studied by X-Ray diffraction in all conditions samples and the behavior is in accordance with references. The X-Ray energy dispersive spectrum (EDS) was performed to study the influence of impurities like S and P in this phenomenon but no impurities were detected in fracture surface, by this method. It was observed that some mechanisms contribute to tempered martensite embrittlement in 5160H steel and the effects of this phenomenon are enhanced for higher austenitizing temperature.
Subject: Martensita
Aço
Aço - Tempera
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MARCOMINI, Jose Benedito. Fragilização da martensita revenida no aço SAE 5160H. 2008. 122 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/262934>. Acesso em: 12 ago. 2018.
Date Issue: 2008
Appears in Collections:FEM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marcomini_JoseBenedito_M.pdf10.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.