Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/26288
Type: Artigo de periódico
Title: Estudo do cronótipo de um grupo de trabalhadores em turnos
Title Alternative: Study of a group of shift workers' chronotype
Author: Martino, Milva Maria Figueiredo de
Silva, Claudia Aparecida Rosa da
Miguez, Symone Antunes
Abstract: This study aimed not only at describing the typical morning or night features of a group of shift workers in a chemical industry, but also at identifying possible links between work shifts and chronotype. This study was held in a two-shift-chemical industry located in the interior of São Paulo. The subjects of our research were the 44 men and women working there either in the morning or at night. The data was collected through the Brazilian version of the Horne & Östberg chronotypes identification questionnaire. The moderately morning chronotype was predominant - MM (47,73%), followed by the indifferent - IN (27,27%) and by the definitely morning - DM (22,73%). Only one of them could be considered a definitely night - DN (2,27%). The workers under study were predominantly classified as moderately morning followed by the indifferent and by the definitely morning chronotypes. No statistically relevant relationship was found between the chronotype and individual characteristics.
Neste estudo, os objetivos foram descrever as características de matutinidade/vespertinidade de um grupo de trabalhadores em turnos de uma indústria química e identificar possíveis associações entre cronótipo e turno de trabalho. A pesquisa foi realizada em uma indústria química do interior do estado de São Paulo. Os trabalhadores lotados nesta seção eram distribuídos em dois turnos: matutino e vespertino. A amostra constituiu-se de 44 trabalhadores, dos sexos feminino e masculino, que trabalhavam em ambos os turnos. Os dados foram coletados com a versão brasileira do questionário de identificação de indivíduos matutinos e vespertinos que foi elaborado por Horne & Östberg (1976). Foi verificado o predomínio do cronótipo moderadamente matutino - MM (n = 21 ou 47,73%) -, seguido pelo tipo Indiferente - IN (n = 12 ou 27,27%) - e pelo tipo definitivamente matutino - DM (n = 10 ou 22,73%). Somente um indivíduo foi classificado como definitivamente vespertino - DV (2,27%). Entre os trabalhadores estudados houve predomínio do cronótipo moderadamente matutino seguido do tipo indiferente e do tipo definitivamente matutino. Não foram verificadas associações estatisticamente significativas entre o cronótipo e as características individuais neste estudo.
Subject: cronobiologia
cronótipo
turno de trabalho
chronotype
shift workers
chronobiology
Editor: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0303-76572005000100003
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0303-76572005000100003
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0303-76572005000100003
Date Issue: 1-Jun-2005
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0303-76572005000100003.pdf151.21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.