Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/26282
Type: Artigo de periódico
Title: Resistência de morangueiros a Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae)
Title Alternative: Resistance of strawberries to Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae)
Author: Lourenção, André L.
Moraes, Gilberto J.
Passos, Francisco A.
Ambrosano, Gláucia M. B.
Silva, Lásaro V. F.
Abstract: The performance of eighteen strawberry clones was evaluated in relation to resistance to the two-spotted spider mite Tetranychus urticae Koch. In greenhouse, plants of lineage T-0104 and cultivars 'Blakemore', 'Raritan' and 'IAC Princesa Isabel' had significantly lighter damage symptoms than cultivars 'Cruz' and 'Oso Grande'; under the same conditions, the number of mites per unit area was significantly lower on 'IAC Princesa Isabel' than in 'Cruz', 'Dover' or 'Fern'. In a no-choice experiment conducted in laboratory, average daily oviposition was similar in the different cultivars, although a tendency for lower oviposition was observed on 'IAC Campinas' than on 'Floridabelle', 'Oso Grande' and 'Toyonoka'. An apparent preference of T. urticae for 'IAC Guarani' in relation to 'Floridabelle', 'IAC Campinas' and 'New Jersey 7335-5' was observed in a laboratory multiple-choice experiment involving clones with the highest and lowest oviposition rates in the previous test. Only 'IAC Guarani' of the Brazilian cultivars included in the present work was susceptible to T. urticae, whereas 'IAC Campinas' and 'IAC Princesa Isabel' seem to have levels of resistance similar to the best cultivars developed for this purpose.
O comportamento de dezoito clones de morangueiro (dezessete cultivares e uma linhagem) foi avaliado em relação à atratividade, colonização e preferência para oviposição do ácaro rajado Tetranychus urticae Koch. Em casa de vegetação, conduziu-se experimento com plantas de dezessete clones na fase vegetativa e infestadas artificialmente com o ácaro rajado. Plantas da linhagem T-0104 e das cultivares Blakemore, Raritan e IAC Princesa Isabel apresentaram notas de sintomas de dano significativamente inferiores às das cultivares Cruz e Oso Grande; ainda nessas condições, o número de ácaros por unidade de área foliar também foi menor em 'IAC Princesa Isabel' em relação a 'Cruz', 'Dover' e 'Fern'. Em laboratório, em experimento sem chance de escolha conduzido durante dez dias com folhas destacadas, a oviposição média diária foi semelhante nas diversas cultivares, embora tenha-se notado tendência de menor oviposição em 'IAC Campinas' que em 'Floridabelle', 'Oso Grande' ou 'Toyonoka'. Também em laboratório, foi avaliada a atratividade e a preferência para oviposição do ácaro durante 24 horas, em experimento com chance de escolha, envolvendo clones que apresentaram os maiores e os menores níveis de oviposição do teste anterior. 'Floridabelle', 'IAC Campinas' e 'New Jersey 7335-5' foram os menos atrativos e também os que apresentaram o menor número de ovos por folhas, enquanto 'IAC Guarani' foi o mais suscetível. Das três cultivares brasileiras incluídas no presente trabalho, apenas 'IAC Guarani' exibiu comportamento de suscetibilidade, enquanto 'IAC Campinas' e 'IAC Princesa Isabel' podem ser consideradas como portadoras de resistência ao ácaro rajado comparável à das melhores cultivares desenvolvidas com esse fim.
Subject: Fragaria X ananassa Duchesne
resistência varietal
ácaro rajado
Fragaria X ananassa Duchesne
plant resistance
two-sppoted spider mite
Editor: Sociedade Entomológica do Brasil
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0301-80592000000200016
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0301-80592000000200016
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0301-80592000000200016
Date Issue: 1-Jun-2000
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0301-80592000000200016.pdf39.74 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.