Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/261842
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Metodologia de priorização de equipamentos medico-hospitalares em programas de manutenção preventiva
Author: Oliveira, Vivian Cardoso de Morais, 1977-
Advisor: Muhlen, Sérgio Santos, 1956-
Abstract: Resumo: A segurança de pacientes e usuários, a qualidade no atendimento e a maior disponibilidade dos equipamentos médicos são objetivos e preocupações constantes em estabelecimentos assistenciais de saúde (EAS). Programas de manutenção preventiva contribuem para alcançar estas metas, mas a inclusão indiscriminada de todos os equipamentos toma-se inviável financeiramente para a instituição de saúde. É necessário, portanto, desenvolver uma metodologia que estabeleça a prioridade para a inclusão dos equipamentos em tais programas. Por isso, há alguns anos diversos autores (Hertz, 1990; Anderson, 1992; Kendall et aI., 1993; Gullikson, 1995; Capuano & Koritko, 1996; Wang, 2000 entre outros) vêm se dedicando ao estudo e desenvolvimento de critérios de priorização de equipamentos em hospitais norte americanos. Um dos primeiros métodos publicados, e também o mais citado na literatura é o de Fennigkoh & Smith (1989), que atribui valores quantitativos aos seguintes fatores: risco, função do equipamento e recomendações de manutenção. No entanto, a simples aplicação desses parâmetros nos hospitais brasileiros pode levar a inclusões ou exclusões inadequadas devido às diferenças culturais existentes entre a engenharia clínica no Brasil e nos EUA já observadas por diversos autores nacionais (Martins et aI., 1990; Ramírez & Calil, 1996; Lucatelli, 1998). Nesse sentido, é necessário definir outros parâmetros que permitam o refinamento da metodologia de priorização, adaptando-a as necessidades dos hospitais brasileiros. Este trabalho reavalia os critérios até agora utilizados e propõe novos critérios, focalizando a importância do equipamento dentro da missão global das EAS (Wang, 2000). Critérios como: taxa de utilização do. equipamento; taxa de falhas; mantenabilidade; custos da manutenção; importância do equipamento na missão da instituição, e outros; além dos clássicos já mencionados, serão incluídos em um fluxograma de decisões de periodicidade. Pretende-se com isto determinar intervalos de MP que considerem a realidade brasileira e resultem em uma priorização mais adequada para cada equipamento

Abstract: The safety of patients and users, the quality in the service and a higher availability of medical equipment are goals and constant worries in health institutions. Programs of preventive maintenance contribute to achieve these targets, but the inclusion of all equipment becomes financially not viable for the institution. 50 it is necessary to develop a way establishing the priority for inclusion of equipments in as such programs. Many authors (Hertz, 1990; Anderson, 1992; Kendall et aI., 1993; Gullikson, 1995; Capuano & Koritko, 1996; Wang, 2000 among others) have developed criteria of priority for equipments in American hospitals. The first approach published, and also the most cited in the literature, is Fennigkoh & Smith's inclusion criteria (1989); this criteria attributed quantitative values to the following factors: risk, function of the equipment and recommendations for maintenance. However, the application of those parameters in Brazilian hospitals can cause an inadequate equipment inclusion or exclusions due to cultural differences between the clinical engineering practices in Brazil and in the USA. This was already observed by several Brazilian authors (Martins et aI., 1990; Ramírez & Calil, 1996; Lucatelli, 1998). In that sense, it is necessary to define other parameters to allow the refinement for the criteria of inclusions and to adapt it to the needs of the Brazilian hospitals. This work analyses the criteria so far utilized and suggests new ones, focusing in the importance of the equipment inside the global mission of the hospital (Wang, 2000); rate of utilization of the equipment; rate of fails; mantenability; costs with maintenance; and others; beyond the classics already mentioned. All these parameters were included in a decision flowchart, intending to determine intervals of PM that best fit in the Brazilian's reality
Subject: Manutenção preventiva
Hospitais - Manutenção e reparos
Hospitais - Equipamento
Engenharia biomédica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FEEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Morais_VivianCardosode_M.pdf1.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.