Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/258693
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Remoção dos interferentes endócrinos 17 'alfa'-etinilestradiol, 17 'beta'-estradiol e 4-nonilfenol por adsorção em carvão ativado em pó em água de abastecimento público
Title Alternative: Adsorption of the endocrine disruptors 17 'alfa'-ethinylestradiol, 17 'beta'-estradiol and 4-nonylphenol by powdered activated carbon in drinking water
Author: Peres, Mariana Rodrigues
Advisor: Isaac, Ricardo de Lima, 1962-
Abstract: Resumo: Nas últimas décadas, verifica-se um crescente interesse científico a respeito dos potenciais adversos associados à exposição humana e animal aos interferentes endócrinos. A ocorrência de interferentes endócrinos em efluente de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e em águas superficiais constitui um crescente interesse científico devido à probabilidade de que esses micropoluentes não sejam removidos nos processos físico-químicos empregados em Estação de Tratamento de Água (ETA) convencional. A adsorção em carvão ativado tem sido apontada com uma opção para a remoção de interferentes endócrinos em ETA. O presente trabalho avaliou a adsorção do estrógeno natural 17?-estradiol (E2), do estrógeno sintético 17?-etinilestradiol (EE2) e do xenoestrogênio 4-nonilfenol (NP) por carvão ativado em pó (CAP) em água deionizada e água bruta do rio Atibaia. Os procedimentos analíticos empregados foram extração em fase sólida e análise por cromatografia gasosa acoplada a detector de massas (CG-EM). O modelo de Freundlich foi o que melhor representou a adsorção dos compostos nos carvões ativados usualmente aplicados nas estações de tratamento de água de Campinas-SP. Em água deionizada, a remoção mais significante dos compostos foi observada na dosagem de CAP equivalente a 15 mg/L, alcançando níveis de remoção da ordem de 95%. Os resultados obtidos nos ensaios com água bruta demonstraram que a dosagem de 10 mg/L apresenta eficiência superior a 77% na remoção dos interferentes endócrinos da água do manancial. Observou-se que o CAP com número de iodo superior a 800 mg/g apresentou, de modo geral, as melhores eficiências de remoção, favorecendo a adsorção dos compostos nos microporos do carvão. Considera-se que, embora ainda não exista legislação em vigor no Brasil que limite a presença desses micropoluentes na água de abastecimento público, recomenda-se que a adição de CAP seja realizada pelo princípio da precaução

Abstract: In the last decades, a growing scientific concern has been raised over the potential adverse effects associates to human and animal exposure to endocrine disrupting chemicals (EDC). The occurrence of these compounds in wastewater treatment plant (WWTP) effluent and surface waters has been an interesting research field due to the probability of these micropollutants to break through water treatment plant (WTP). Adsorption on activated carbon has been recognized as an option for the removal of EDC. Present paper evaluated the adsorption of the natural estrogen 17?-estradiol (E2), the synthetic estrogen 17?-ethinylestradiol (EE2) and the xenostrogen 4-nonylphenol (NP) by powdered activated carbon (PAC) in ultra-pure water and raw water from Atibaia River, at Campinas City, São Paulo State, Brazil. The analytic technique used was solid phase extraction (SPE) and gas chromatography tandem mass spectrometry (GC-MS). Freundlich's model resulted more adequate to describe the adsorption of the compounds on PAC usually applied at local WTP. In ultra-pure water it was observed more significant removal for dosages equal to 15 mg PAC/L, reaching 95% of removal. The results obtained for raw water showed that 10 mg/L PAC dosage promotes a removal of the endocrine disruptor from river water higher than 77%. It was observed that PAC with iodine number greater than 800 mg/g presented, in general, the highest removal efficiencies, supporting the adsorption of compounds in the activated carbon micropores. Although there is no current legislation in Brazil that regulates the presence of these micropollutants at water supply systems, the addition of PAC must be performed by the precautionary principle
Subject: Interferentes endocrinos
Água - Estações de tratamento
Água - Qualidade
Agua - Purificação - Adsorção
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PERES, Mariana Rodrigues. Remoção dos interferentes endócrinos 17 'alfa'-etinilestradiol, 17 'beta'-estradiol e 4-nonilfenol por adsorção em carvão ativado em pó em água de abastecimento público. 2011. 150 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/258693>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Peres_MarianaRodrigues_M.pdf4.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.