Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/258350
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estabilização de um solo laterítico argiloso para utilização como camada de pavimento
Title Alternative: Stabilization of a lateritic clay soil for use as pavement layer
Author: Teixeira, Ivonei, 1968-
Advisor: Paiva, Cássio Eduardo Lima de, 1953-
Abstract: Resumo: Foi realizada uma pesquisa com um solo do tipo Laterítico Argiloso (LG¿) e avaliados seus resultados nos ensaios de Compactação, Compressão Simples, Índice de Suporte Califórnia (CBR) e Triaxiais Cíclicos no estado puro e após o uso de Estabilização. As técnicas utilizadas foram Estabilização Química com o uso de uma bioenzima e de cimento; Mecânica com variação da Energia de Compactação e, finalmente, a Granulométrica com a incorporação de Areia Descartada de Fundição (ADF). Na compactação foram utilizadas todas as técnicas e o aumento da Massa Específica Aparente Seca máxima e diminuição da Umidade Ótima em relação ao material puro foi atingida com a estabilização Mecânica na energia Modificada, estabilização Granulométrica com todos os teores de ADF e a estabilização Química com a adição de 10% de cimento. A maior Massa Específica foi atingida com 70% de ADF. Na Compressão Simples foi utilizada a Estabilização Química e o Valor Mínimo de Norma de 2,1 MPa foi atingido apenas a partir de 10% de cimento. Nos ensaios de Módulo de Resiliência foram utilizadas variação da energia de compactação e bioenzima. Todos os ensaios mostraram comportamento de material coesivo sendo mais influenciado pela Tensão Desvio, posto que com o aumento desta, há uma redução do módulo. O aumento da energia de compactação e o aumento dos teores de bioenzima resultaram em aumento do módulo; porém, considerando os mesmos teores, houve redução com o aumento do Período de Cura. Considerando-se a obtenção de maiores valores de módulo, seria recomendável a utilização de maiores teores de bioenzima, tais como 0,6 e 0,8 ml/10 kg de solo, a julgar por maiores ganhos com relação a menores teores e a menor redução com o passar do tempo. No CBR e uso da energia modificada, todos os teores de bioenzima e os com a adição de 70% de ADF superaram o valor do solo puro. Para aplicação como camada de sub-base, os materiais que atingiram o valor mínimo estabelecido por norma de 20% de CBR foram o solo puro nas energias intermediária e modificada, todos os teores de bioenzima e os teores de 40 a 80% de ADF; e como camada de base, somente o solo-cimento a partir de 10% na energia intermediária

Abstract: A research program was carried out to study the stabilization of a lateritic clay soil, so named, LG' by MCT soil system classification and reported their results in compaction tests, unconfined compressive strength, resilient modulus and California bearing ratio in the pure state and after the use of stabilization. The techniques used are chemical stabilization with the use of a bioenzyme and cement, varying the compaction effort and finally the grain size with the addition of waste foundry sand WFS. In compactation, it was used all the techniques, and the increase in maximum dry density and optimum moisture content decreased compared to pure material was achieved with mechanical stabilization in modified energy, stabilize grain size with all levels of WFS and chemical stabilization with adding 10% of cement. The maximum dry density was achieved with 70% WFS. In unconfined compressive strength tests, chemical stabilization was used and the minimum value of 2,1 MPa was reached only after 10% of cement. In resilient modulus tests were used, variations in compaction and bioenzyme, all tests showed cohesive material behavior, and it is more influenced by the axial strength, and, with this increase, it occurs a reduction of the modulus; increased energy compacting and increased levels of bioenzyme resulted in increased modulus, but considering the same levels, a reduction with increasing curing time. With the aim to achieving higher modulus values, it would be recommended to use higher levels of bioenzyme, such as 0.6 and 0.8 ml/10 kg of soil, there seen the biggest gains with respect to lower grades and smaller reduction over time. In the CBR, the techniques that exceeded the value of pure soil were, the use of the modified energy, all contents of bioenzyme and with the addition of 70% WFS. For application as sub-base layer, the materials that have reached the minimum value set by the standard CBR of 20% were, pure soil in the intermediate and modified energy, all contents of bioenzyme and contents of 40 to 80% of the WFS; and as a base layer only the soil-cement from 10 % in the intermediate energy
Subject: Pavimentos
Solos - Compactação
Areia de fundição
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Teixeira_Ivonei_M.pdf3.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.