Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/25835
Type: Artigo de periódico
Title: Valor preditivo da dosagem das iodotironinas na avaliação prognóstica de doentes graves
Title Alternative: Predictive value of the measurement of iodotironines on the prognosis of patients with severe nonthyroidal illnesses
Author: Ward, L.S.
Maciel, R.M.B.
Abstract: In order to find prognostic parameters in patients with severe diseases, we analyzed sequentially the levels of thyroid hormones. METHODS. We measured iodothyronines (T3, T4 and rT3) in 42 patients before the admission and after the discharge in an intensive care unit. In addition, we also measured the iodothyronines in other 17 patients after the discharge. RESULTS. Comparing the group of good outcome with the patients who died, we observed in the former group initial normal T4 levels in 76% of the patients, which were maintained in 65% of them during hospitalization and in 70% of them at the time of delivery from the intensive care unit. Patients who died, however, presented initial low T4 levels in 56% of them, decreasing values in 95% of them during hospitalization and low levels in 81% of patients at the last dosage. The combined profile of T3 and T4 also differentiated good and bad outcome. CONCLUSION. We suggest that serial analysis of serum levels of thyroid hormones may help the evaluation of critical care patients.
Os valores das dosagens de T3 e de T4 diferenciaram os pacientes com boa e má evolução durante a internação em unidade de terapia intensiva. OBJETIVO. Procurar indicadores para o prognóstico de doentes graves por meio do estudo seqüencial dos níveis séricos dos hormônios tiroidianos. MÉTODOS. Os autores mediram as iodotironinas (T3, T4 e rT3) por ocasião da entrada e da alta de 42 pacientes internados em unidade de terapia intensiva. Verificaram, também, os dados referentes à última coleta de outros 17 doentes, transferidos para a UTI após o início do quadro clínico. RESULTADOS. Comparando pacientes que evoluíram bem com aqueles que foram a óbito, observaram, nos primeiros, níveis iniciais normais de T4 em 76% dos casos, valores que se mantiveram estáveis ou se elevaram em 65% dos pacientes durante a internação, de tal forma que níveis normais de T4 estavam presentes em 70% dos casos por ocasião de sua alta. Ao contrário, 56% dos pacientes que evoluíram mal já apresentavam T4 inicial baixo, que diminuiu ainda mais em 95% dos pacientes durante a internação, notando-se valores baixos em 81% dos casos por ocasião da última amostra. Os valores de T3 e de T4 em conjunto também diferenciaram os pacientes com boa e má evolução. CONCLUSÃO. Os autores sugerem que a observação dos níveis séricos das iodotironinas pode oferecer importante subsídio na avaliação prognóstica de doentes em estado grave.
Subject: Hormônios tiroidianos
Síndrome do eutiroidiano doente
Terapia intensiva
Thyroid hormones
Euthyroid sick syndrome
Intensive care units
Editor: Associação Médica Brasileira
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0104-42301997000200007
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42301997000200007
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42301997000200007
Date Issue: 1-Jun-1997
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0104-42301997000200007.pdf69.94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.