Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/258345
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Potencialidades e limitações do uso das geotecnologias livres para planejamento territorial municipal
Title Alternative: Potential use and limitations of free geotechnologies for territorial municipal planning
Author: Hosokawa, Eliana Kimoto, 1977-
Advisor: Costa, Diogenes Cortijo, 1951-
Abstract: Resumo: O mapeamento sistemático brasileiro, cujas cartas em escalas pequenas, 1:1.000.000 a 1:25.000, além de incompletas e desatualizadas, tem apenas 1% das cartas 1:25.000 concluídas. Os demais mapeamentos nacionais são descontínuos, os dados geoespaciais são desatualizados, as informações geográficas escassas e não estão centralizadas em uma única base de dados. Essa dispersão resulta na repetição de produtos cartográficos e desperdício de investimento público. Na tentativa de minimizar esses problemas, foi aprovado o decreto nº 6.666/2008, instituindo a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais e o Diretório Brasileiro de Dados Geoespaciais, DBDG, uma rede de servidores integrados pela Internet que reúne dados geoespaciais de diferentes instituições desenvolvedoras de produtos cartográficos. Contudo, um crescente número de instituições têm disponibilizado gratuitamente seus diretórios de dados e não constam no DBDG. Um Sistema de Informação Geográfica, SIG, destaca-se por manipular dados de diferentes fontes, utilizando o espaço geográfico como fator comum. Este sistema possibilita o estudo de fenômenos ambientais e urbanos para a gestão territorial municipal. No entanto, poucos municípios utilizam o SIG, em virtude da falta de recursos financeiros, porém, com o avanço de softwares livres e financiamentos do governo sua utilização torna-se acessível. A Associação Brasileira de Normas Técnicas estabelece o conteúdo da Base Cartográfica Municipal na NBR 14.166, definindo como os aspectos do território municipal devem ser representados. Nesta perspectiva, esta pesquisa analisou as potencialidades e as limitações das geotecnologias livres como ferramenta de apoio ao planejamento territorial municipal. Para tal, foram identificados os diretórios que disponibilizam gratuitamente os dados geoespaciais do Brasil e desenvolvido um banco de dados georreferenciados, para apresentar os dados referentes aos elementos básicos de uma Base Cartográfica Municipal

Abstract: The Brazilian systematic mapping, whose maps in small scale, 1:1,000,000 to 1:25,000, further incomplete or outdated, have only 1% of the maps 1:25,000 is completed. The other national mappings are discontinuous, outdated geospatial data, shortage of geographic information and are not centralized in a single database. This dispersion results in repetition cartographic products and public investment waste. In an attempt to minimize these problems, was issued the act nº 6,666/2008, establishing the National Spatial Data Infrastructure and the Brazilian Directory of Geospatial Data, DBDG, a network of integrated servers over the Internet that consolidate geospatial data from different developers institutions of cartographic data products. However, an increasing number of institutions have made available free your data directories and not included in DBDG. A Geographic Information System, GIS, stands out for handling data from different sources, using the geographical space as a common factor. This system allows the study of environmental and urban phenomena to municipal territorial management. However, few municipalities work with the GIS, due to the lack of financial resources, but with the advancement of free software and its use government funding the using will become accessible. The Brazilian Association of Technical Standards establishes the content of Municipal Cartography Basemap at NBR 14,166, determining how the aspects of the municipality shall be represented. In this perspective, this research analyzed the potential and limitations of free geo technology as a support tool to municipal territorial planning. To this end, the directories have been identified that provide free geospatial data from Brazil and developed a geo referenced database, to present data regarding the basic elements of a Municipal Cartography Base
Subject: Engenharia geotécnica
Planejamento territorial
Sistemas de informação geográfica
Software livre
Geoprocessamento
Editor: [s.n.]
Citation: HOSOKAWA, Eliana Kimoto. Potencialidades e limitações do uso das geotecnologias livres para planejamento territorial municipal. 2015. 171 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/258345>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hosokawa_ElianaKimoto_M.pdf13.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.