Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/25819
Type: Artigo de periódico
Title: Cognição, afeto e desenvolvimento humano: a emoção de viver e a razão de existir
Title Alternative: Cognition, affectivity, and human development: the emotion of living and the reason of being
Author: Loos, Helga
Sant'Ana, René Simonato
Abstract: This article consists of an incentive towards reflection, providing elements of philosophy and psychology to contribute to a more critic and productive view of scientific activity, as well as recall the amplitude of life. It suggests a position supported primarily by the connections between different phenomena, instead of a fragmented and individualist opinion. It also addresses questions related to the attitude - as a way of living -, ethic, desire, knowledge, affection, and consciousness. The authors explore Vygotsky's monist view towards human construction and expression - which is inspired by authors like Espinosa - and according to which the psychological processes are created based on interdependent social, cognitive, affective, and behavioral aspects. It presents a perspective beyond the traditional dualism of emotion and reason, granting a more integrated and dynamic comprehension of individuals. As such, this text calls for a search of reason and emotion of living in the human existence dimension.
Trata-se de um convite à reflexão, no sentido de fornecer elementos, provenientes da filosofia e da psicologia, na intenção de contribuir para uma visão mais crítica e produtiva da atividade científica, bem como para um resgate da amplitude da vida. Defende-se que sejam consideradas, sobretudo, as relações entre os fenômenos - sejam estes sociais ou naturais -, em lugar de uma postura fragmentada e individualista perante o mundo. Toca questões ligadas à atitude - como forma de ver e estar no mundo -, à ética, ao desejo, ao conhecimento, ao afeto e à consciência. Explora a visão não apenas dialética, mas também monista de Vygotsky acerca da construção e da expressão humana - a qual se inspirou em autores tais como Espinosa -, segundo a qual os processos psíquicos formam-se a partir de relações de interdependência entre aspectos sociais, cognitivos, afetivos e do âmbito da ação. Uma perspectiva que supera o tradicional dualismo entre a razão e a emoção, contribuindo para uma compreensão mais integrada e mais dinâmica dos indivíduos. Apresenta-se, assim, um apelo à busca da razão e da emoção de viver na dimensão da existência humana.
Subject: sociointeracionismo
monismo
ética
cognição
afetividade
social interactionism
monism
ethics
cognition
affect
Editor: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0104-40602007000200011
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40602007000200011
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602007000200011
Date Issue: 1-Jan-2007
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0104-40602007000200011.pdf332.21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.