Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/257917
Type: TESE
Title: Fronteiras, fluxos e mosaicos em paisagens sob mudanças : um caminho metodológico para identificar unidades de planejamento e serviços ecossistêmicos
Title Alternative: Boundaries, flows and mosaics in changing landscapes : a methodological way to identify management units and ecosystem services
Author: Bertolo, Lídia Sanches, 1983-
Advisor: Santos, Rozely Ferreira dos, 1951-
Abstract: Resumo: Em planejamentos ambientais as decisões sobre o futuro da paisagem dependem da compreensão de como os processos voltados ora para a preservação ora para a degradação da Natureza se deram ao longo do tempo e, conseqüentemente, como definir estratégias que conduzam à conservação ambiental. Dessa forma, necessita-se avaliar os saldos da conservação da Natureza e dos serviços ecossistêmicos dirigidos ao bem-estar humano, medidos ao longo da história em cada fração da paisagem. Porém, a literatura científica vem reforçando as deficiências metodológicas na obtenção e interpretação de tais resultados, principalmente em paisagens muito heterogêneas, onde a trama de interações apresenta-se complexa, tanto dentro de cada elemento em seu eixo vertical como entre os elementos em seu eixo horizontal. Nessa direção, avaliamos diferentes caminhos metodológicos que pudessem estrategicamente identificar unidades de planejamento que representem a heterogeneidade através das interações e fluxos bidimensionais da paisagem. Também foi realizado um pequeno ensaio sobre o valor potencial de serviços ecossistêmicos nas unidades de planejamento estabelecidas sob a abordagem de avaliação em dois eixos da paisagem. Para tanto foram construídos modelos de estrutura metodológica a partir de ferramentas estatísticas em sistemas de informação geográfica (SIG) que permitissem aplicar conceitos sobre fronteiras, mosaicos, fluxos, variabilidade e vulnerabilidade do meio natural. Os modelos foram aplicados em paisagem costeira (Ilha de São Sebastião, SP), sob um gradiente de mudanças ao longo de 50 anos. Os modelos baseados em mosaico permitiram mostrar a diversidade de interações de fronteiras entre elementos da paisagem ao longo do tempo que não seriam explicitas por modelos usuais de sobreposição. A avaliação das relações bidimensionais dos atributos da paisagem mostrou-se eficiente principalmente por expressar a heterogeneidade do interior e da borda das unidades de planejamento, além de informar sobre a variabilidade e a vulnerabilidade do meio físico. As unidades de planejamento evidenciaram um efetivo gradiente de serviços ecossistêmicos em relação a heterogeneidade e a predominância de tipos de usos, sugerindo a ocorrência de tradeoff entre essas variáveis. Apesar dos modelos apresentarem-se como um avanço no conhecimento de unidades pela heterogeneidade, eles não se mostraram de fácil aplicação e compreensão por agentes sociais, exigindo experiência técnica e considerável disponibilidade de tempo para aplicação dos métodos estatísticos

Abstract: In environmental planning, the decisions about landscape future depend on understanding how landscape processes occur over the time, sometimes facing the Nature preservation other times its degradation. Consequently, it is important to define strategies that will lead to environmental conservation.Therefore, it is necessary to evaluate the nature conservation balance and ecosystem services addressed to human well-being, measured along the history in each landscape portion. However, the scientific literature has been highlighting the methodological deficiencies in obtaining and interpreting such results, particularly in very heterogeneous landscapes, where exist complex interactions, within each element on its vertical axis and between the elements on its horizontal axis. In this way, we evaluate different methodological approaches which, strategically, identify management units that represent the heterogeneity through the two-dimensional interactions and landscape flows. In addition, we present a short essay about the potential value of ecosystem services in management units established under the two landscape axes assessment approach. We developed a methodological model that uses statistics tools and geographic information systems (GIS) taking into account the concepts of borders, mosaics, flows, variability and vulnerability of the natural environment. We applied the models in the coastal landscape of Ilha de São Sebastião-SP, under 50 years changing gradient. The models based on mosaic data showed the boundaries interactions diversity among landscape elements over time that would not be identified by usual overlap models. The two-dimensional evaluation of landscape attributes relationships has been successful mainly expressing the interior and the edge of the planning units heterogeneity, also providing information on the variability and vulnerability of the physical environment. The management units showed an effective gradient of ecosystem services related to heterogeneity and types of uses prevalence, suggesting a tradeoff among these variables. Despite the models present an advance in understanding units by heterogeneity, they were not easy to apply and understand by social agents, requiring considerable technical expertise and time availability for the implementation of statistical methods
Subject: Planejamento ambiental
Geoprocessamento
Ecologia das paisagens
Serviços ecossistêmicos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bertolo_LidiaSanches_D.pdf15.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.