Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/257916
Type: TESE
Title: Comunidades tradicionais e sua implicação na conservação da Mata Atlântica : estudo de caso Estação Ecológica Juréia-Itatins (São Paulo)
Title Alternative: Traditional communities and their implication in the conservation of the Atlantic Forest : case study Estação Ecológica Juréia-Itatins (São Paulo)
Author: Sabatino, Veronica, 1973-
Advisor: Santos, Rozely Ferreira dos, 1951-
Abstract: Resumo: Cada vez mais valorizamos a cultura tradicional e buscamos reconhecer seus elos com a sua paisagem. Todavia precisamos aumentar o nosso conhecimento, consolidar conceitos e desenvolver metodos para integrar os vários aspectos de intereses humanos e ecológicos. Sob essa abordagem, muitos estudos buscam reconhecer vínculos territoriais e históricos para atestar desempenhos pró-ambientais. Este trabalho defende a tese de que os atributos desses vínculos apresentam uma variabilidade espacial e temporal que, por sua vez, afeta o sucesso da conservação florestal. A área de estudo foi a Juréia-Itatins, uma Estação Ecológica, localizada em uma das áreas mais importantes da Mata Atlântica do Estado de São Paulo. Foi proposto um procedimento metodológico para reconhecer os elos entre processos naturais e culturais baseado em fundamentos da ecologia da paisagem. Para tanto, a história de mais de quatro séculos de ocupação foi mapeada e qualificada, por meio de SIG (ArcGis 9.2). Esses dados foram interpretados em literatura, de forma a definir as naturezas da identidade tradicional da Juréia. O passo seguinte foi localizar as áreas que apresentaram maiores mudanças, em função dos impactos ambientais e movimento da populacao. Quatro atributos da identidade tradicional foram utilizados para avaliar a perda de características históricas.Para expressar as diferenças e semelhanças das ocupacoes foi construída uma matriz de representatividade histórica que permitiu delinear a identidade tradicional em fases de evolução. Finalmente, foram aplicadas duas métrica da paisagem para identificar os grupos mais ligados a conservação ambiental e aqueles com menor possibilidade de contato com o meio natural.Os resultados mostraram que as características da identidade tradicional foram continuamente modificadas ao longo do tempo. Porém, essas mudanças não foram igualmente distribuídas na paisagem; elas apresentaram um eixo do interior para as fronteiras da Unidade de Conservação, resultando em diferentes maneiras de relacionamento com a natureza.As avaliações permitiram inferir que o processo de planejamento deve considerar o eixo espaço/tempo. Essa informação revela interesses e caminhos de convívio com a natureza, por sua vez, determinam diferentes caminhos de conservação e manejo da paisagem

Abstract: We increasingly recognize the value of traditional culture and its relationship to landscape. However, we need to increase our knowledge, consolidate concepts and develop methods to integrate various aspects of ecological and human interest. Under this approach, many studies seek to recognize territorial and historical links to attest pro-environmental performances. This study considers that the attributes of these links have a spatial and temporal variability which, in turn, affects the success of forest conservation. The study area was Juréia-Itatins ¿ an Ecological Station located in one of the most important areas of the Atlantic Forest in São Paulo State. We proposed a methodological procedure to recognize the links between natural e cultural processes based on landscape ecology. So, the history occupation for over four centuries in the Juréia Forest were mapped and classified using GIS (ArcGIS 9.2). These data were interpreted in the literature in order to define the nature of the traditional Juréia identity. The next step was to locate the areas with highest change, according to the environmental impacts and population movement. Four attributes of traditional identity were used to assess the historical loss. To express the differences and similarities of occupations was built a matrix of historical representation allowing establishing the traditional identity evolution phases. Finally, we applied two landscape metrics to identify groups linked to environmental conservation and those with less ability to connect with the natural environment. The results showed that the traditional identity features were continuously changed over time. But this change is unequally distributed on the landscape; they showed a axis from inside to the boundaries of the conservation area, resulting in different ways of relationship with nature. The evaluation led to infer that the planning process should consider the axis space / time. This information may reveal interests and ways of living with nature which, in turn, determine different ways of conservation and landscape management
Subject: Conservação da natureza
Planejamento ambiental
Áreas protegidas - São Paulo (SP)
Ecologia das paisagens
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sabatino_Veronica_D.pdf9.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.