Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/257842
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Abordagem MCDA como ferramenta de mudança de paradigma no planejamento dos recursos hídricos
Title Alternative: MCDA approach as a tool for changing paradigm in water resources planning
Author: Fantinatti, Pedro Augusto Pinheiro
Advisor: Zuffo, Antonio Carlos, 1963-
Abstract: Resumo: O contexto relativo ao planejamento do uso da terra segundo os princípios sustentabilidade deve considerar os ecossistemas temporal e espacialmente, de modo a assegurar a perpetuação dos seus serviços ambientais, sociais e econômicos. A água tem um efeito importante sobre o solo, moldando a terra por meio de erosão e de deposição. De igual modo, o uso do solo tem uma influência significativa no balanço hídrico, afetando a infiltração e o escoamento superficial, vazões de base e de pico. Neste contexto, o papel do planejador é o de auxiliar os decisores e demais atores a entender as questões ambientais, sociais e econômicas relacionadas ao uso do solo. Por meio da estratégia de pesquisa-ação, é proposto o uso da metodologia multicritério de apoio à decisão (MCDA) - uma metodologia moderna e, ao mesmo tempo, robusta e flexível - como ferramenta para mudança de paradigma no processo decisório de planejamento dos recursos hídricos; sendo objeto de estudo, o contexto de empreendimentos de parcelamento do solo. A partir de alguns estudos-piloto foi feita uma caracterização qualitativa do contexto do processo decisório quanto à influência, nos resultados, da assimetria de conhecimento entre os decisores. Pôde-se constatar que a metodologia MCDA contribui, de fato, para o nivelamento do conhecimento. E, por outro lado, que o comprometimento dos decisores é fator imprescindível para o sucesso de qualquer iniciativa visando ações sustentáveis. Conquistou-se um modelo inédito de indicadores de sustentabilidade ambiental, social e econômica para planejamento e avaliação de empreendimentos de parcelamento do solo. O modelo proposto conta com dez (10) indicadores de sustentabilidade ambiental, nove (9) de sustentabilidade social e seis (6) de sustentabilidade econômica. Por meio do modelo proposto, pôde-se avaliar o uso e ocupação do solo na bacia do ribeirão Anhumas de uma forma mais legitima e compor cenários futuros, consensualmente, entre os atores. Os cenários foram avaliados por meio de 5 métodos diferentes e os resultados confirmam a robustez e coerência da maioria deles. Para o contexto da pesquisa, os modelos de avaliação MACBETH e PROMETHEE II se mostraram mais adequados e, com algumas ressalvas, o modelo CP. Todos os atores confirmaram perceber a importância da metodologia MCDA para abordar problemas complexos; e declararam, explícita e objetivamente, que entendem que esta metodologia seja uma ferramenta adequada para a solução em quaisquer outros contextos. A pesquisa suscitou, ainda, a formação de um grupo de discussão com o intuito de influenciar as políticas públicas no município de Campinas com vistas à adoção de soluções mais sustentáveis (ambiental, social e economicamente) em questões de planejamento dos recursos hídricos, em contextos de parcelamento, uso e ocupação do solo. Constatou-se, também, que a técnica de conferência de decisões promove um processo participativo em um ambiente de comprometimento de atores e decisores e, desta forma, os resultados oriundos do paradigma construtivista da metodologia MCDA são mais eficientes e legítimos que aqueles obtidos por meios tradicionais, tais como as decisões tomadas por técnicos ou burocratas, sem a participação de diversos atores e, principalmente, da comunidade envolvida

Abstract: The context for land use planning according to sustainability principles must consider ecosystems temporally and spatially to ensure the perpetuation of their services. Similarly, land use has a significant influence on water balance, affecting the infiltration and runoff, base and peak flows. In this context, the planner has the role of helping decision-makers and other actors to understand the environmental, social and economic issues related to land use. Through action research strategy, we propose the use of multiple criteria decision aid (MCDA) - a modern and at the same time, robust and flexible methodology - as a tool for changing paradigm in decision-making process of water resource planning; in the context of land subdivision projects. From some pilot studies was made a qualitative characterization of the knowledge asymmetry influencing the results in the decision making context. It was found that the MCDA approach has contributed to leveling the knowledge. And the commitment of decision makers is an essential factor for the success of any initiative in sustainable actions. We have accomplished a new model of sustainability indicators for environmental, social and economic planning to evaluation land division projects. The proposed model has ten environmental sustainability indicators, nine social sustainability indicators and six economic sustainability indicators. Through the proposed model, we could evaluate the use and occupation of land in a more legitimate way and make future scenarios consensually among the actors. The scenarios were evaluated using five different methods and the results confirm the robustness and consistency of most of them. In the research context, the evaluation models MACBETH and PROMETHEE II were more appropriate and, with few exceptions, the CP model too. All actors have confirmed to realize the importance of MCDA to address complex problems, and they have declared, explicitly and objectively, they understand that this methodology is an appropriate tool for the solution in other contexts. The research raised also the formation of a discussion group in order to influence public policy in Campinas, with a view to the adoption of more sustainable (environmentally, socially and economically) solutions on water resources planning, in land subdivision contexts. It was found also that decision conference technique promotes a participative process in an environment of commitment to stakeholders and decision makers and thus the results from the constructivist paradigm of MCDA approach are more efficient and accountable than those obtained by traditional means, such as decisions taken by technicians and bureaucrats, without the participation of various actors, and especially the involved community
Subject: Recursos hídricos - Administração
Análise multicritério
Sustentabilidade
Planejamento ambiental
Solo - Uso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fantinatti_PedroAugustoPinheiro_D.pdf42.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.