Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/25770
Type: Artigo de periódico
Title: Degradação acelerada de suportes de poli(épsilon-caprolactona) e poli(D,L-ácido láctico-co-ácido glicólico) em meio alcalino
Title Alternative: Accelerated degradation of poly(epsilon-caprolactone) and poly(D,L-lactic acid-co-glycolic acid) scaffolds in alkaline medium
Author: Barbanti, Samuel H.
Zavaglia, Cecília A. C.
Duek, Eliana A. R.
Abstract: The in vitro degradation studies of bioresorbable polymers in alkaline medium have been proposed as alternative to the traditional studies in phosphate buffer solution. This work describes the study of the accelerated degradation of the poly(epsilon-caprolactone) (PCL) and poly(D,L-lactic acid lactic-co-glycolic acid) (50/50) (PLGA50), a biodegradable and bioresorbable polymer widely studied for biomedical applications. Samples were prepared with the melt compression method in a cylindrical mold (2 mm diameter), at 160 ºC, and submitted to the degradation in solutions of NaOH in pH 12, 13 and 13.7 at 37 ºC. The results from the characterization of the mass variation, morphology and thermal properties, using differential scanning calorimetry, showed that the samples of PCL are stable compared to the one of PLGA50. The thermal properties could be extrapolated as a function of time in the physiological pH, 7.4. Once validated, the accelerate study of degradation in alkaline medium proved to be a useful, low cost technique for evaluation of samples with short degradation times.
O estudo da degradação in vitro de polímeros bioreabsorvíveis em soluções alcalinas vem sendo proposto nos últimos anos como alternativa aos estudos tradicionais feitos em tampão fosfato. Este trabalho descreve a degradação acelerada de poli(épsilon-caprolactona) (PCL) e poli(D,L-ácido láctico-co-ácido glicólico) (50/50) (PLGA50), polímeros biodegradáveis e bioreabsorvíveis, amplamente estudados em aplicações biomédicas. Amostras foram preparadas pelo método de fusão seguido de injeção em molde cilíndrico (2 mm diâmetro), a 160 ºC, e submetidas à degradação em soluções de NaOH em pH 12, 13 e 13,7 a 37 ºC. Por meio da caracterização da variação da massa, morfologia e propriedades térmicas, por calorimetria exploratória diferencial, os resultados mostraram que as amostras de PCL são mais estáveis quando comparadas às de PLGA50. Pela taxa de variação das propriedades térmicas foi possível extrapolá-las em função do tempo em pH fisiológico, 7,4. Validado, o estudo da degradação acelerada em meio alcalino mostrou-se como uma técnica útil e de baixo custo para avaliar o comportamento em curtos períodos de degradação.
Subject: Polímeros bioreabsorvíveis
biodegradação
meio alcalino
Bioresorbable polymers
degradation
alkaline medium
Editor: Associação Brasileira de Polímeros
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0104-14282006000200015
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-14282006000200015
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-14282006000200015
Date Issue: 1-Jun-2006
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0104-14282006000200015.pdf930.47 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.