Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/257538
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Estrutura e desempenho das cooperativas agropecuarias de cafe do estado de São Paulo
Author: Bianco, Jader
Advisor: Cardoso, João Luiz, 1944-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a gestão e o desempenho econômico-financeiro das cooperativas agropecuárias de café do Estado de São Paulo, face as mudanças nos ambientes econômicos brasileiro e mundial. Especificamente foram analisados os principais indicadores de desempenho, as estratégias e as formas de gestão das cooperativas agropecuárias, para os anos de 1992 e 1997, através dos dados obtidos nos projetos elaborados para enquadramento no Programa de Revitalização de Cooperativas de Produção Agropecuária-Recoop e nos Relatórios das Diretorias e Balanços Anuais das cooperativas em estudo, utilizando-se das técnicas de análise fatorial em cOmponentes principais, complementada pela análise hierárquica. Os dados da análise não permitiram identificar um modelo único e estruturado de gestão cooperativa, evidenciando que a necessidade de participar de um mercado competitivo, em condições de igualdade com outras empresas comerciais, gera conflitos na gestão cooperativa. O leque de atividades, comerciais e de prestação de serviços, das cooperativas agropecuárias, ampliou-se de tal maneira que dificultou a adnúnistração, tornando-as, em muitos casos, dispersivas e pouco efetivas, com carência de sistemas de controle e avaliação de desempenho. Observou-se que algumas das atividades comerciais alternativas fora do foco principal de algumas cooperativas, tais como postos de combustível e supermercado, deram suporte financeiro e efetivamente permitiram que as cooperativas se mantivessem em atividade. Não obstante, os resultados da pesquisa evidenciaram que as cooperativas que mantiveram o foco da atividade definido (somente no café ou no café conjuntamente com outra atividade agrícola alternativa), foram as que apresentaram desempenho satisfatório e consistente, independentemente do tamanho e do número de cooperados ativos. Do mesmo, evidenciou-se fundamental, para o desempenho das cooperativas, a maior participação no mercado regional. Verificou-se que, em muitos casos, as cooperativas atuaram de maneira patemalista com os cooperados, levando à conclusão que um dos fatores fundamentais para o sucesso da administração cooperativa é, na realidade, a qualidade do relacionamento do cooperado com a cooperativa (govemança corporativa). Evidenciou-se, na presente pesquisa, que existem oportunidades para explorar um novo padrão de gestão estratégica das cooperativas agropecuárias, mais competitivo, sem, no entanto, deixar de lado os princípios do cooperativismo.Consubstanciado no tripé: comprometimento e fidelização do cooperado, definição do foco de atuação (atentando-se para as especificidades regionais e a sazonal idade da produção agropecuária) e administração profissionalizada, o novo modelo de gestão cria condições para modificar as caracteristicas da gestão das cooperativas agropecuárias, inserindo-as no contexto do mercado, cada vez mais exigente e competitivo, de modo a atender os requisitos dos cooperados, objetivo mãximo da doutrina cooperativista
Subject: Cooperativas agricolas
Cafe - Comércio
Agroindústria
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bianco_Jader_D.pdf4.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.