Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/257135
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Indicadores físicos e mecânicos do solo sob cultivo de cana-de-açúcar em áreas comerciais
Title Alternative: Physical and mechanical indicators of soil under sugarcane cultivation in commercials areas
Author: Vischi Filho, Oswaldo Julio, 1961
Advisor: Souza, Zigomar Menezes de, 1970-
Abstract: Resumo: O Brasil é o maior produtor mundial de açúcar e o segundo de álcool e para tanto possui mais de 10 milhões de hectares explorados com cana-de-açúcar. Houve a necessidade de modernizar o setor preparando as áreas de produção para a colheita mecanizada de cana crua. Este sistema visando a maior mecanização das etapas de produção, com ênfase para a colheita, promove o tráfego intenso das máquinas sobre o solo, resultando na sua compactação. Indicadores do processo de compactação derivados da curva de compressão e do intervalo hídrico ótimo do solo podem ser influenciados diferenciadamente pelo sistema de manejo. O trabalho teve como objetivo avaliar os ciclos de uso do solo cultivado com cana-de-açúcar utilizando indicadores de qualidade estrutural do solo em função da pressão de pré-consolidação e do intervalo hídrico ótimo do solo que possibilitem diagnosticar o comportamento estrutural dos mesmos com diferentes épocas de implantação e classes texturais. O experimento foi desenvolvido na usina São Martinho, município de Pradópolis, SP, em lavoura comercial de cana-de-açúcar, em quatro áreas distintas sobre Latossolo Vermelho, com duas classes texturais (argilosa e média), em sistemas com seis e dezoito anos de colheita mecanizada. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial, com os fatores: dois ciclos de colheita mecanizada (um e três ciclos), duas classes texturais (argilosa e média), dois locais de coleta (canteiro e linha de plantio) e quatro camadas amostradas. Os tratamentos foram: área com um ciclo de colheita mecanizada (seis anos de cultivo) em Latossolo Vermelho eutrófico, textura argilosa (T1); área com três ciclos de colheita mecanizada (dezoito anos de cultivo) em Latossolo Vermelho eutroférrico, textura argilosa (T2); área com um ciclo de colheita mecanizada em Latossolo Vermelho distrófico, textura média (T3) e área com três ciclos de colheita mecanizada em Latossolo Vermelho distrófico, textura média (T4). O solo foi amostrado nas linhas de plantio e no canteiro, nas camadas de 0,00-0,10, 0,10-0,20,0,20-0,30 e 0,30-0,40 m. Os atributos do solo avaliados foram: densidade, porosidade, resistência à penetração, conteúdo de água, estabilidade de agregados, teor de carbono e curva de retenção de água. A qualidade física do solo foi avaliada por meio do intervalo hídrico ótimo e pela modelagem da capacidade de suporte de carga, relacionando a pressão de pré-consolidação em função do teor de água. O maquinário de plantio e colheita da usina (trator, transbordo e colhedora de cana) foi avaliado quanto à área de contato, real e da elipse e pressão de contato dos rodados sobre o solo. Os resultados evidenciam a diminuição da porosidade total e a macroporosidade. A microporosidade e a produtividade da cultura não foram afetadas. Maior macroporosidade, Intervalo Hídrico Ótimo, diâmetro médio ponderado e diâmetro médio geométrico e menor densidade e resistência do solo à penetração ocorreram na linha de plantio. Os maiores teores de água no solo ocorreram no solo argiloso no sistema com três ciclos de colheita mecanizada (T2). O Intervalo Hídrico Ótimo no solo argiloso foi maior para o sistema de colheita mecanizada com um ciclo (T1) e no solo de textura média no sistema com três ciclos (T4). A colhedora de cana com massa de 18,3 Mg foi a máquina que apresentou a maior área de contato e a menor pressão de contato. O transbordo com massa de 28,74 Mg - foi o equipamento que apresenta a menor área de contato e a maior pressão de contato. As maiores capacidades de suporte de carga ocorreram no sistema de colheita mecanizada com dezoito anos, tanto no Latossolo Vermelho argiloso (T2) quanto no Latossolo Vermelho de textura média (T4), em relação ao sistema com seis anos (T1 e T3)

Abstract: Brazil is the world's largest sugar producer and the second for alcohol, for that it has over 10 million hectares exploited with sugarcane. There was a need to modernize the sector preparing the production areas to receive the mechanized harvesting of sugarcane. This system aiming at the highest possible mechanization of production stages, with emphasis on harvest, promotes intense machine traffic on the ground, resulting in its compaction. Indicators of compaction process derived from compression curve; in addition from the soil Least Limiting Water Range can be influenced differently by the handling system applied to sugarcane. The study aimed to evaluate the use of soil cycles cultivated with sugar cane using sustainability structural models of soil in terms of pre-consolidation pressure, as well as soil Least Limiting Water Range that allow diagnosing the soil structural behavior under cultivation of sugar cane at different times of deployment and textural classes. The experiment was conducted at Usina São Martinho, in Pradópolis, SP, sugarcane commercial farming, in four distinct areas on Oxisol, with two textural classes (clayey and medium), at systems with six and eighteen years of mechanized harvesting. The experimental design was entirely randomized in mechanized harvest, along with factors: two cycles of mechanized harvest (one and three cycles), two texture classes (clayey and medium), two harvest location (bed and rows), as well as four sampled layers. The treatments were: one cycle (six years of cultivation) area with mechanized harvesting in Oxisol, clayey (T1); area with three cycles of mechanical harvesting (eighteen years of cultivation) in Oxisol Typic Acrudox, clayey (T2); area with one mechanized harvest cycle in Oxisol Typic Acrudox, medium texture (T3) and areas with three cycles of mechanized harvesting in Oxisol Typic Acrudox, medium texture (T4). Soil was sampled on rows and bed, at layers of 0.00-0.10, 0.10-0.20, 0.20-0.30 and 0.30-0.40 m. Soil attributes evaluated were: bulk density, soil porosity, soil penetration resistance, water content, aggregate stability, carbon content and soil water retention curve. Soil physical quality was assessed by Least Limiting Water Range, as well by support modeling capacity of soil load, relating pre-consolidation pressure to water content function. The farm machinery for planting and harvesting (tractor, transshipment t and sugarcane harvester) was evaluated for contact area, real and eclipse, also wheel contact pressure on soil. The results show the decrease in total porosity and macroporosity. The microporosity and the crop yield were not affected. Greater macroporosity, Limiting Water Range, medium weight diameter and medium geometric diameter, as well as lower density and penetration soil resistance occurred in the rows. The higher water content on the soil occurred in clayey soil at three cycle system of mechanical harvesting (T2). The Limiting Water Range in clayey soil was higher for mechanical harvesting system with one cycle (T1) and on the medium textured soil in the system with three cycles (T4). The sugarcane harvester with mass 18.3 Mg was the machine with the highest contact area, as well as the lowest contact pressure. Transshipment with mass 28.74 Mg. was the equipment that showed the smallest contact area and the greatest contact pressure. The highest load bearing capacity occurred in mechanized harvesting system with eighteen years, both for an Oxisol (T2) as for Oxisol of medium texture (T4), compared to six years old system (T1 and T3)
Subject: Capacidade de carga
Mecanização agricola
Solos - Compactação
Física do solo
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
VischiFilho_OswaldoJulio_D.pdf4.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.