Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256914
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estratégias de reprodução social em áreas periurbanas = os produtores de vinho artesanal comercial em Jundiaí
Title Alternative: Social reproduction strategies in periurban areas : the producers of commercial artisanal in Jundiaí
Author: Otani, Malimiria Norico
Advisor: Arraes, Nilson Antonio Modesto, 1963-
Abstract: Resumo: Transformações recentes que envolvem a produção de uva e vinho em São Paulo vêm estimulando uma articulação dos produtores para formulação de políticas públicas que promovam a revitalização da vitivinicultura no estado. Um dos problemas identificados foi a falta de informações consolidadas, de onde decorre a necessidade de um diagnóstico sócioeconômico e produtivo do setor. Buscando preencher parte desta lacuna, esta pesquisa teve como principal objetivo traçar o perfil dos vitivinicultores artesanais de Jundiaí e definir uma tipologia, além de avaliar as perspectivas de sua continuidade como atividade importante para a reprodução social destes agricultores familiares. Por localizarem-se próximos às duas maiores metrópoles de São Paulo, os agricultores familiares de Jundiaí estão estabelecidos em área de forte transformação do setor rural, com múltiplas formas de ocupação, característica de conformações de espaço periurbano. Além da produção, a propriedade rural é também área de moradia, condição esta facilitada pela infra-estrutura disponível na região. A proximidade às metrópoles favorece a inserção ao mercado de trabalho regional e a comercialização dos produtos - agrícolas e não-agrícolas - elaborados pelos produtores. As gerações mais jovens, que têm acesso à escolaridade, mais informações e rede social mais extensa, além do grupo rural, tendem a se inserir em outros setores da economia, como o de serviços e a indústria. As gerações mais antigas, por sua vez, devido à forte ligação à terra e à tradição cultural, continuam na atividade agrícola e na elaboração do vinho. A produção do vinho artesanal assume vários significados para a família, sendo um deles, o de reproduzir uma tradição trazida pelos antepassados italianos, e outro, de complementar a renda familiar. Esta combinação, agregada à renda obtida em outros setores da economia fortalece a tradição cultural e a resistência para continuar na atividade vitivinícola, e consolida a estratégia de reprodução social do agricultor familiar inserido num espaço em transformação

Abstract: Recent changes concerning the Sao Paulo vitivinicultural sector is stimulating producers to articulate themselves in order to promote the construction of public policies for this activity in the state. One of the main bottlenecks observed was the lack of consolidated information, which shows the need for a productive and socio-economic diagnosis of the sector. This study aims to fill this gap by tracing a profile of both the artisanal wine producers of Jundiaí and the prospects for vitiviniculture as an important activity for the social reproduction of these family farmers. Placed close to the two largest metropolises of São Paulo, the family farmers of Jundiaí are established in areas under strong transformation of the rural sector, showing multiple ways of occupation, which is characteristic of periurban space configurations. Besides production, rural properties are also the place of residence, a condition which is favored by the local infrastructure available. The proximity to the metropolises makes easier the insertion in regional labor markets, as well as the commercialization of their agricultural and non-agricultural products. The younger generations, who access schools, information and more extended social networks out of the rural groups, tend to be inserted in other economic sectors, such as services and industries. The older generations, in turn, who are strongly linked to the land and cultural tradition, keep on growing grapes and making wine. The artisanal wine production shows several meanings to the family, being one of them the reproduction of the tradition brought by their Italian ancestors and complementation of the family income as well. This combination, added to the income obtained in other sectors of the economy, strengthens the cultural tradition and the resistance to continue on the vitiviniculture. This also consolidates the strategy of social reproduction of the family farmers placed on a space under transformation
Subject: Pluriatividade agrícola
Uva
Vinho
Agricultura familiar
Indústria vinícola
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Otani_MalimiriaNorico_M.pdf5.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.