Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256912
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Conservação de toletes de palmito Pupunha (Bactris gasipaes Kunth) "in natura" sob refrigeração e atmosfera modificada
Title Alternative: Preservation of Pupunha (Bactris gasipaes Kunth) hearts of palm "in natura" under refrigeration and modified atmosphere
Author: Valentini, Sílvia Regina de Toledo
Advisor: Honório, Sylvio Luís, 1950-
Abstract: Resumo: Este trabalho teve como objetivos: quantificar a taxa respiratória, a produção de etileno e a atividade enzimática de toletes de palmito Pupunha; determinar a temperatura adequada para a conservação da qualidade e avaliar sistemas de embalagem com atmosfera modificada. O primeiro experimento teve por objetivo quantificar a taxa respiratória e a produção de etileno em toletes de palmito Pupunha armazenados nas temperaturas de 1,5±1oC, 5±1oC, 10±1oC e 25±1oC e 85±5% de umidade relativa. As análises da concentração de oxigênio (O2), dióxido de carbono (CO2) e etileno (C2H4) foram feitas por cromatografia gasosa.Também foi determinada a perda de massa dos toletes armazenados nas quatro temperaturas. A atividade respiratória, a biossíntese de C2H4 e a perda de massa de toletes de palmito Pupunha são influenciadas pelas temperaturas de armazenamento. No segundo experimento foi feita a caracterização físico-química de toletes de palmito Pupunha do verão e do inverno. Os toletes foram armazenados a 10,0±1oC, 5,0±1oC e 1,5±1oC com umidade relativa de 85±5%. O rendimento de toletes por haste cortada foi 30% menor no inverno e seus valores de firmeza foram maiores que os do verão. A perda de massa foi maior nos toletes colhidos no verão. A condição climática não exerceu efeito sobre o pH e acidez dos toletes. No terceiro experimento os toletes foram embalados em PELBD e PVC esticáveis e em filme poliolefínico (CT301) e armazenados a 5oC. Verificou-se que a menor concentração de O2 no interior das embalagens com PVC não reduziu a concentração de C2H4 e também não afetou a atividade da peroxidase nos toletes de palmito Pupunha. A maior concentração de CO2 no interior das embalagens PVC não exerceu efeito inibidor sobre a ação do C2H4 nos toletes. Os toletes de palmito Pupunha embalados em PVC e armazenados a 5,0oC apresentaram-se microbiologicamente seguros para o consumo até o 15o dia pós-colheita, enquanto os acondicionados em PELBD e CT301 até o 6º dia. A baixa concentração de O2 no interior das embalagens de PVC reduziu o crescimento de microrganismos deteriorantes

Abstract: This study aimed to quantify the respiratory rate, ethylene production and enzymatic activity of Pupunha hearts of palm and to determine the temperature for preserving the product, and to evaluate modified atmosphere packaging systems for product conservation. The first test aimed to quantify the respiratory rate and ethylene production of Pupunha hearts of palm stored at 25.0oC, 10.0oC, 5.0oC and 1.5oC and 85 ± 5% RH. The analysis of the concentration of oxygen (O2), carbon dioxide (CO2) and ethylene (C2H4) were made by gas chromatography. The weight loss was also determined. The storage temperatures effected the respiratory rate and C2H4 concentration of Pupunha hearts of palm. In the second experiment, Pupunha hearts of palm were harvested during the summer and winter. The hearts of palm were stored at 10.0 ± 1oC, 5.0 ± 1oC and 1.5 ± 1oC at relative humidity of 85 ± 5%. The yield of the stems cut in the winter was 30% lower and the hearts of palms were tougher. Weight loss was higher for hearts of palm harvested in the summer. Tritatable acidity and pH were not affected by the harvesting season. In the third assay, Pupunha hearts of palm were packed with stretchable PVC and LDPE films and with a polyolefinic film (CT301) and stored at 5oC. The low O2 concentration in the PVC packagings did not affect C2H4 concentration and the peroxidase activity. Hearts of palm packed in PVC and stored at 5.0oC were microbiologically safe up to the 15th postharvest day, and those packed in LDPE and CT301 up to the 6th day. The low O2 concentration in the PVC packaging reduced microbial deterioration
Subject: Fisiologia pós-colheita
Peroxidase
Processamento mínimo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Valentini_SilviaReginadeToledo_D.pdf466.47 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.