Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256816
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Controle de tráfego agrícola e seus efeitos nos atributos do solo e na cultura da cana-de-açúcar
Title Alternative: Controlled traffic farming and its effects on soil attributes and culture of sugarcane
Author: Souza, Gustavo Soares de
Advisor: Souza, Zigomar Menezes de, 1970-
Abstract: Resumo: O sistema de produção da cana crua, sem queima da palha e com frequente uso da mecanização agrícola promove o tráfego intenso sobre o solo, resultando na sua compactação. O sistema de manejo com controle de tráfego agrícola representa uma alternativa viável para o setor agrícola, pois separa as zonas de tráfego e não tráfego, concentrando a passagem de pneus em linhas permanentes, diminuindo a influência da compactação sobre a cultura. O objetivo deste trabalho foi comparar os sistemas de manejo com e sem controle de tráfego agrícola em relação à qualidade física de um Latossolo Vermelho, indicada por meio da análise de atributos físicos e mecânicos do solo, e seu efeito na cana-de-açúcar colhida mecanicamente e sem queima. A pesquisa foi desenvolvida em lavoura comercial com os manejos: ausência de controle de tráfego (T); controle de tráfego com ajuste da bitola do trator e transbordos para 3,0 m (CT1); e controle de tráfego com ajuste da bitola e piloto automático. Os atributos do solo avaliados foram: densidade, porosidade, resistência à penetração, conteúdo de água, estabilidade de agregados, teor de carbono e curva de retenção de água do solo. O solo foi amostrado nas linhas de plantio e do rodado e no canteiro, nas camadas 0,00-0,10; 0,10-0,20 e 0,20-0,30 m. A qualidade física do solo foi avaliada por meio do intervalo hídrico ótimo. A estrutura do solo foi avaliada por meio de análise de imagens digitalizadas de monólitos de solo, quantificando a forma e tamanho dos poros. Foram coletadas amostras indeformadas para análise da capacidade de suporte de carga do solo. A cana foi colhida mecanicamente e a produtividade medida por meio de balança específica para transbordo. Amostras de colmo foram coletadas em cada parcela para determinação das variáveis tecnológicas. As raízes foram coletadas em monólitos, separadas do solo por peneiramento. Densidade, porosidade e resistência do solo a penetração demonstraram diferenças entre os sistemas de manejo, com melhores condições físicas nos manejos com controle de tráfego na linha da soqueira e no canteiro. Os índices de agregação e o teor de carbono do solo não diferiram entre os manejos. Foram observadas alterações na retenção de água do solo entre tratamentos. O intervalo hídrico ótimo foi maior no canteiro e linha de plantio nos manejos com controle de tráfego. Predomínio de poros arredondados e complexos indicaram maior porosidade e menor compactação no manejo com controle de tráfego na linha de plantio. A testemunha apresentou maior pressão de pre- consolidação na linha de plantio, enquanto o manejo com controle de tráfego apresentou maior capacidade de suporte de carga na linha do rodado. Os manejos com controle de tráfego apresentaram maior produtividade e rendimento de açúcar. As variáveis tecnológicas não diferiram entre os manejos. O manejo com controle de tráfego apresentou maior massa seca, superfície e volume radicular. Os manejos com controle de tráfego proporcionaram compactação na linha do rodado e preservaram a qualidade física do solo na região da soqueira, resultando no maior desenvolvimento do sistema radicular, com aumento de 18% na produtividade e 20% no rendimento de açúcar

Abstract: The sugarcane production system without straw burning and with frequent use of agricultural mechanization promotes the excessive traffic on the soil, resulting in their compaction. The management with controlled traffic farming is a viable alternative for the agricultural sector, because it separates the areas of traffic and no-traffic, focusing on the passage of tires in permanent lines, reducing the influence of compaction on the crop. The objective this work was to compare the management systems with and without controlled traffic farming in relation to soil physical quality, indicated by the analysis of attributes physical and mechanical soil and its effects on sugarcane harvested mechanically and without burning. The research was developed in a commercial farm with the managements: non-controlled traffic (T); controlled traffic with adjustment of the tractor and trailer gauge to 3.0 m (CT1), and controlled traffic with adjustment of the gauges and autopilot (CT2). The soil attributes evaluated were: bulk density, porosity, penetration resistance, water content, aggregate stability, carbon content and soil water retention curve. Soil samples were collected in plant and wheel rows and in the seedbed, in the layers 0.00 to 0.10; 0.10 to 0.20 and 0.20 to 0.30 m. The soil physical quality was evaluated using the least limiting water range. The soil structure was evaluated by digitized images analysis of soil monoliths, quantifying shape and size of the pores. Undisturbed samples were collected for analysis of soil load carrying capacity. The sugarcane was mechanically harvested and the productivity was measured by weighing the sugarcane trailer. Sugarcane stalks were collected from each plot to determine the technological variables. The roots were collected in monoliths, separated from the soil by sieving. Bulk density, porosity and penetration resistance showed differences among management systems, with better physical conditions in the managements with controlled traffic in the plant row and seedbed. The aggregation indices and carbon content didn't differ between managements. There were changes in soil water retention curve between treatments. The least limiting water range was higher in the seedbed and plant row in the controlled traffic. Predominance of rounded and complexes pores showed higher porosity and lower compaction in the controlled traffic in the plant row. The management with non-controlled traffic had a higher soil preconsolidation pressure in the plant row, while the management of controlled traffic had a higher load carrying capacity in the wheel row. The management of controlled traffic had a higher cane productivity and sugar yield. The technological variables didn't differ between managements. The handling with controlled traffic had higher dry mass, surface and volume of roots. The management with controlled traffic promoted soil compaction in wheel row and preserved the soil physical quality in the plant row, resulting in greater root development, with 18% increase in productivity and 20% on yield of sugar
Subject: Física do solo
Solos - Compactação
Solos - Estrutura
Mecanização agricola
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SOUZA, Gustavo Soares de. Controle de tráfego agrícola e seus efeitos nos atributos do solo e na cultura da cana-de-açúcar. 2012. 98 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Agrícola, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/256816>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FEAGRI - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_GustavoSoaresde_D.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.