Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/256676
Type: TESE
Title: Produção biotecnologica de surfactante por Serratia marcescens
Author: Silva, Cristina Ferraz
Advisor: Pastore, Gláucia Maria, 1953-
Abstract: Resumo: Biosurfactantes são compostos produzidos por microrganismos os quais possuem em sua molécula uma porção hidrofilica (solúvel em água) e uma porção hidrofóbica (insolúvel em água). Essas moléculas são capazes de reduzir a tensão superficial e interfacial em ambas soluções aquosas e misturas de hidrocarbonetos, as quais fazem desses compostos potenciais candidatos para aumentar a recuperação de óleo e processos de deemulsificação. No presente trabalho foi estudada a produção de biosurfactante por uma linhagem de bactéria. O microrganismo considerado foi pré-selecionado como produtor de biosurfactante em trabalhos anteriores e identificado nesta dissertação como Serratía marcescens. As melhores condições para produção do biosurfactante em agitador rotativo foram determinadas através do processo de otimização utilizando Planejamento Experimental. Além disso, foram estudadas algumas propriedades do biosurfactante, como por exemplo, capacidade emulsificante e estabilidade em diferentes pHs e temperaturas. Finalmente, testou-se a aplicação do biosurfactante produzido avaliando-se o efeito da sua adição na atividade de lipase de Rhízopus sp. quando comparado ao efeito produzido por surfactantes químicos.

Abstract: Biosurfactants are compounds produced by microrganisms those molecules include a hydrophilic portion (water soluble) and a hydrophobic portion (water insoluble). These molecules are capable of reducing surface and interfacial tensions in both aqueous solutions and hydrocarbon mixtures, which makes them potential candidates for enhancing oil recovery and deemulsification processes. Biosurfactant production by a bacterial strain was studied in this work. The microrganism considered was isolated in previous studies and identified in this work as Serratia marcescens. The best conditions for biosurfactant production in shake flasks were determined through an optimization process using an Experimental Design. Móreover, some properties of the biosurfactant were studied, for example, its emulsifying capacity and stability at different pH values and temperatures. Finally, the application of the biosurfactant produced was tested evaluating the effect of its addition on the activity of Rhizopus sp. Lipase, as compared to the effect produced by chemical surfactants.
Subject: Agentes ativos de superfícies
Serratia marcescens
Fermentação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FEA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_CristinaFerraz_M.pdf17.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.